A gestão do fundo Kilima FIC de FII SUNO30 (KISU11) detalhou em seu Relatório Gerencial divulgado segunda-feira (9), a performance do fundo no mês de julho. A gestora Kilima Gestão de Recursos além de publicar os resultados do fundo, também comentou sobre o mercado de FIIs e seus ativos. 

A gestão comentou que o desdobramento das cotas do KISU11 foi positivo. Antes disso, o fundo já possuía boa liquidez e pulverização, no valor de 93 milhões. Depois do desdobramento, esse valor chegou próximo a 500 milhões. 

Em relação à distribuição de proventos, o valor do dividendo ao cotista foi de R$0,06 por cota, lembrando que após o desdobramento a cota do KISU11 está com o preço próximo a R$10,00. O dividend yield foi de 0,62%. Observe nos resultados abaixo:

KISU11

Em relação a julho, o fundo prosseguiu alocando recursos da emissão de cotas, com 88,4% já investidos em diversos ativos. 

Desempenho do fundo 

A gestão explicou que os fluxos gerados durante o mês foram afetados pelo desmembramento das cotas. Com a mudança, “muitos investidores pessoa física reduziram suas posições no fundo visando um ganho de capital”. 

Neste mês de agosto, a gestão afirmou que o KISU11 terá um maior aumento na base de cotistas, que aproveitaram o preço do fundo para maior exposição. 

Em relação aos investimentos, a gestão comentou o quanto cada segmento de FII está no atual momento. Para a Kilima Gestão, os ativos logísticos seguem em bom momento, com rendimentos estáveis e com menor risco no curto prazo. 

No caso dos fundos de lajes corporativas, a gestora reconhece que os mesmos foram afetados pela pandemia, mas os fundos com ativos em regiões localizadas estão melhores no atual contexto de mercado. 

O setor de shoppings segue em recuperação, principalmente com a diminuição de casos e mortes causadas pela covid-19. 

Também, a gestora comentou do setor bancário/varejo, mencionando especificamente do RBVA11, fundo que está na carteira do KISU11. Na visão da gestão, a “preocupação neste setor fica por conta da proximidade do fim do prazo dos contratos e a intenção dos bancos de desmobilizar, fazendo que o RBVA11 adote uma estratégia de venda de ativos para aumentar sua posição no varejo”. 

Por fim, os fundos de CRI seguem fortes no mercado, haja vista que seus indexadores atrelados à inflação e ao CDI têm trazido bons dividendos para os fundos do segmento. 

Abaixo, segue o perfil de investimentos do KISU11 no mercado de FIIs:

KISU11

Conheça o KISU11

O KISU11 é um FII (fundo de fundos) que tem por objetivo seguir a carteira teórica do índice de referência SUNO 30 FII. Fundado em outubro de 2020, sua primeira negociação na bolsa foi em janeiro (15) deste ano.

Na verdade, o Kilima FIC de FII possui patrimônio líquido de R$424 milhões e tem aproximadamente 33.089 cotistas. 

Para quem deseja investir no KISU11, o valor atual de sua cota é de R$9,10 (cotação do dia 09/08), sendo sua taxa de administração de 0,65% ao ano.