O Fundo de Investimento Imobiliário Malls Brasil Plural (MALL11), administrado por Genial Investimentos Corretora de Valores Mobiliários S/A, divulgou o seu relatório gerencial do mês de novembro, em que descreveu seu resultado e rendimento mensal, assim como a atualização de seu portfólio.

O objetivo do MALL11 é obter renda por meio da exploração imobiliária de participações em shopping centers no Brasil. Além disso, se busca o ganho de capital, comprando e vendendo os ativos na carteira do Malls Brasil Plural.

No mês de outubro, o fundo obtive o seu melhor mês do ano no que se refere a geração de NOI/m², não levando em conta o mês de janeiro. Esse NOI gerado foi 12% maior frente a outubro de 2019. Os shoppings do portfólio do MALL11 já tem resultados em patamares próximos ou ainda superiores aos anteriores da pandemia.

Ocorreu no mês a quarta taxa negativa consecutiva de inadimplência líquida. Esse valor negativo foi de 2% em outubro, 6% em setembro, 7% em agosto e 4% em julho. Isso significa, segundo o fundo, que “a recuperação de aluguéis de períodos anteriores se sobrepôs ao montante inadimplido no período”.

O indicador de NOI/m² também teve uma melhora de 14% em relação ao mês anterior, puxado por: Maceió Shopping, Boulevard Shopping Feira de Santana, Suzano Shopping e Shopping Park Lagos.

Portfólio do Malls Brasil Plural

No NOI percentual por shopping nesse mês vigente, se viu a seguinte distribuição:

  • Maceió Shopping - 26%;

  • Boulevard Shopping Feira - 19%;

  • Shopping Park Lagos - 17%;

  • Shopping Park Sul - 13%;

  • Suzano Shopping - 12%;

  • Shopping Taboão - 7%;

  • Shopping Tacaruna - 5%.

MALL11 divulga resultado do mês de novembro em relatório

Os 7 shoppings centers que compõem o portfólio do MALL11 apresentam os seguintes percentuais do patrimônio líquido:

  • Maceió Shopping - 28,94%;

  • Shopping Park Sul - 13,96%;

  • Shopping Park Lagos - 13,87%;

  • Boulevard Shopping Feira - 11,93%;

  • Suzano Shopping - 10,12%;

  • Shopping Taboão - 7,17%;

  • Shopping Tacaruna - 5,53%.

Além disso, as aplicações financeiras do MALL11 totalizam cerca de R$ 56 milhões até o dia 30 de novembro de 2021. Assim, as aplicações financeiras contam a compra de LFTs e a alocação em Fundos de Investimento Imobiliários (FIIs).

Resultados e rendimentos do MALL11

O número de cotistas do MALL11 até o final do mês de novembro alcançou a marca de 89.578. Do mesmo modo que a cota patrimonial alcançou a marca dos R$ 103,56, que em meio a 7.560.351 de cotas emitidas, resultou em um patrimônio líquido de cerca de R$ 782,93 milhões.

Enquanto isso, a cota de mercado atingiu os R$ 83,57, o que traz um valor de mercado ao fundo de R$ 631,82 milhões. Além disso, o dividendo anunciado pelo Malls Brasil Plural no período foi de R$ 0,62 por cota. Entre os destaques do mês de novembro, se levantou os 57.868 m² de Área Bruta Locável (ABL) do MALL11.

Assim, o número de shoppings são 7, com uma ocupação de 98%. O resultado do mês foi de R$ 0,61 por cota, que representa um montante de quase R$ 4,58 milhões. Ademais, o retorno mensal do MALL11 resultou em -8,07% e o dividend yield anualizado da cota patrimonial é 7,18% ao ano e em relação à cota a mercado foi de R$ 8,90% ao ano.