O Fundo de Investimento Imobiliário Rio Negro (RNGO11), administrado pela Rio Bravo Investimentos, divulgou nesta quarta-feira (15) o seu relatório gerencial do mês de agosto, em que descreveu seu resultado e rendimento mensal.

No mês de agosto, o RNGO11 apontou que o mercado de fundos imobiliários apresentou volatilidade de 6,69% ao ano, segundo maior valor no ano, ficando atrás apenas de junho. Nesse período, a reforma tributária foi apresentada pelo governo, em que a volatilidade fora de 9,79%.

Além disso, o RNGO11 diz que os nove primeiros pregões do mês foram marcados por queda no índice, sendo que o comunicado do Copom de aumento da Selic no terceiro dia útil do mês foi seguido por uma queda acelerada do IFIX.

Com isso, se negociou abaixo do patamar alcançado após o anúncio de uma possível tributação do rendimento do FIIs, em junho deste ano. O índice de fundos imobiliários terminou o mês de agosto com retorno negativo de -2,63%.

Portfólio do Rio Negro

O percentual dos vencimentos dos contratos do RNGO11 pela área bruta locável (ABL),  64% vence em algum ano a frente de 2025 e 15% em 2022. Além disso, 11% dos contratos vencem 2021. Já nos revisionais dos contatos, 51% se referem ao ano de 2024, enquanto 25% se refere a 2021.

A Área Bruta locável (ABL) do RNGO11 por setor de atuação dos locatários se distribui da seguinte forma:

  • Tecnologia - 36%;
  • Moda - 17%;
  • Cinema - 11%;
  • Hotelaria - 8%;
  • Viagens - 8%;
  • Bebidas - 6%;
  • Serviços - 6%;
  • Seguradora - 5%;
  • Advocacia - 3%;
  • Automação Industrial 0%.

RNGO11 anuncia resultado e rendimento do mês de agosto de 2021

Resultados e rendimentos dos RNGO11

Em julho de 2021, o resultado do RNGO11 foi de R$ 0,55 por cota. Enquanto isso, a distribuição de rendimentos foi de R$ 0,35 por cota. Vale destacar que um dos efeitos que veio do resultado não recorrente durante o mês foi o recebimento da multa de rescisão antecipada de dois locatários, a Assurant e o Mattos Cafeterias (Fran’s Café).

Se teve também o recebimento de aluguéis antecipados de dois locatários, o que impactou de forma positiva o resultado em, cerca de, R$0,09 por cota. No encerramento do mês de julho, a cota do RNGO11 fechou em R$ 62,35, enquanto o valor de mercado do fundo alcançou os R$ 166,85 milhões, já que são 2,676 milhões de cotas emitidas. O volume negociado no mês foi de R$ 3,19 milhões, que representa um giro das cotas de 1,88%.

A receita imobiliária do RNGO11 no mês de julho foi de quase R$ 1,76 milhão, enquanto as despesas foi de R$ 298,5 mil. Já o resultado do fundo alcançou cerca de R$ 1,48 milhão, que corresponde a R$ 0,55 por cota. Além disso, o rendimento foi de R$ 0,35 por cota. Ademais, o número de cotistas ao final do período foi de  16.142 e o patrimônio líquido atingiu os R$ 270,86 milhões.