A administradora de fundos BRL Trust DTVM S.A. do fundo Tellus Properties (TEPP11), comunicou ao público nesta quarta-feira (28), através de fato relevante, sobre a apresentação e aceite de proposta para aquisição de 7 lajes, caracterizadas pelo 1º ao 7º pavimento do Edifício Fujitsu.

O Edifício Fujitsu se localiza na Rua Treze de Maio, nº 1.633, Bela Vista, São Paulo - SP. A proposta aceita do TEPP11 está relacionada com uma operação da modalidade Sale & Lease Back na aquisição de 7 lajes do edifício.

O contrato de compra e venda das unidades a serem adquiridas da Fujitsu do Brasil Ltda., que é a parte vendedora, deverá ser celebrado até o dia 4 de maio de 2021 pelo preço total de R$ 50 milhões. Além disso, o preço de aquisição das lajes será pago pelo Tellus Properties através de um sinal com valor de R$ 10 milhões já no ato da assinatura do contrato.

Detalhes do contrato de aquisição do TEPP11

O saldo do preço terá um pagamento na lavratura da escritura definitiva, parte com recursos adicionais do TEPP11 e parte por meio de uma operação de securitização. Somado a isso, o fundo vai assinar um contrato atípico de locação com vigência de 5 anos com a vendedora no valor total mensal de R$ 340 mil.

Esse valor de contrato do Tellus Properties equivale a uma aquisição total à um cap bruto de 8,16%. O fundo afirma que “fará jus ainda ao recebimento do aluguel proporcional ao sinal da aquisição no ato da assinatura do contrato atípico de locação”.

O TEPP11 explica ainda que é necessária a adoção de determinados procedimentos para a conclusão da compra, operação de Securitização e transferência dos referidos imóveis ao fundo.

Por conta disso, o Tellus Properties afirma que “não é possível estimar o impacto nos rendimentos decorrentes das cotas”. De qualquer modo, o fundo termina dizendo que permanece à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos adicionais que se façam necessários.

Saiba mais sobre o Tellus Properties

A Tellus Investimentos informou que em seu último relatório gerencial referente ao mês de março, o TEPP11 terminou o mês com uma receita total de R$ 1,804 milhão. Além disso, o fundo divulgou rendimentos de R$ 1,900 milhão, que corresponde a R$ 0,45 por cota.

O Tellus Properties (TEPP11) tem como objetivo a obtenção de renda e ganho de capital por meio da compra de ativos imobiliários do segmento de escritórios. O fundo possui patrimônio líquido de R$400,3 milhões e tem cerca de 7.617 cotistas

O valor de uma cota do TEPP11 começou no mês de março em R$ 88,44 e terminou o período em R$85,90. Importante lembrar que sua taxa de administração é de 0,13% ao ano e a taxa de gestão de 0,95% ao ano. O volume diário médio negociado no mês foi de R$ 531 mil.

O dividend yield do TEPP11 é de 6,3% ao ano, que corresponde uma rentabilidade de 279% do CDI líquido. Destaca-se o fato de que mesmo com as dificuldades do momento atual, a gestora do fundo disse que a projeção de “distribuição dos próximos meses está entre R$ 0,42 e R$ 0,52 por cota”.