Você ainda não entende muito bem como funcionam os fundos de investimento, mas deseja começar a investir?

Muito bem, este artigo irá mostrar de forma simples e bem didática como funcionam os fundos de investimento e algumas de suas características principais.

O fundo de Investimento funciona como uma modalidade de investimento coletivo, com uma dinâmica muito parecida com a administração de um condomínio residencial. Os recursos de um grupo de investidores chamados de cotistas são reunidos em prol de um objetivo, que é conquistar bons rendimentos por meio dos investimentos realizados pelo fundo.

Tipos de fundos de investimento

como funcionam os fundos de investimento

O mercado brasileiro oferece aos investidores uma variedade de fundos para investimento, dos mais diversos tipos.

Cada um destes fundos possui características específicas, que variam de acordo com seu tipo.

Entre eles, podemos citar os fundos de renda fixa, os fundos de ações e os fundos multimercados, que seguem regras determinadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Conheça alguns tipos de fundos de investimento à disposição dos investidores no mercado de investimentos no Brasil:

  • Fundos de Investimento Imobiliário (FII);
  • Multimercados – Contempla vários tipos de ativos;
  • Curto prazo – Prazo de cerca de um ano de resgate;
  • Ações – Ações da bolsa de valores;
  • Referenciados – Famosos por serem os mais seguros;
  • Renda fixa – Rendimento prefixado;
  • Dívida externa – Títulos da dívida externa brasileira; e
  • Cambiais – Ativos atrelados à uma moeda estrangeira.

Como funciona a rentabilidade de Fundos de Investimento

Para calcular a rentabilidade de um fundo, é necessário dividir o valor da cota do último dia útil do período desejado pelo valor da cota do dia útil anterior ao início do período.

No caso dos fundos que não são negociados em bolsa, o valor da cota dos fundos de investimento é calculado diariamente, de acordo com os preços do ativo que compõe a carteira do Fundo, conforme o processo de Marcação a Mercado (MAM).

É importante ressaltar que dessa rentabilidade já estão deduzidos a taxa de administração e demais custos do fundo, exceto impostos.

No caso dos fundos imobiliários, seu rendimento é bem simples de determinar.

Vamos supor que o valor da cota de um FII está R$100,00 e os proventos gerados pelos aluguéis foram de R$1,00 por cota.

Logo, ao dividir, 1(R$)/100(cotas), a sua rentabilidade será, portanto, de 1%.

Porém, como o valor da cotação está sujeito à volatilidade do mercado, o ideal é fazer essa conta em um período maior, ou seja, ao analisar o rendimento dos Fiis, é necessário checar o histórico completo do fundo desejado.

Os fundos imobiliários contam com rendimento isento de tributações, atribuindo para si uma excelente vantagem.

O que são cotas de um Fundo de Investimento

Ao aplicar em um fundo de investimento, o investidor recebe uma quantidade de cotas, proporcional ao recurso financeiro investido.

As cotas correspondem a frações ideais do patrimônio do fundo e conferem a todos os cotistas direitos e obrigações iguais.

Logo, a cota é a fração de um fundo de investimento e o valor da cota é resultado da divisão do patrimônio líquido do fundo pelo número de cotas existentes.

Como é calculada a taxa de administração de um Fundo de Investimento

como funcionam os fundos de investimento

A taxa de administração de fundos de investimento, que é expressa em percentual anual, é calculada e provisionada a cada dia útil, à razão de 1/252 avos, com base no patrimônio líquido do fundo no dia útil imediatamente anterior.

Onde e como posso ter acesso ao regulamento de um fundo de investimento

O regulamento e os demais documentos legais do fundo podem ser acessados na página de cada produto.

Também pode ser acessado na página da Comissão de Valores Mobiliários – CVM, bastando ingressar em www.cvm.gov.br “Fundos” “Consulta a Informações de Fundos” “Fundos de Investimento Registrados” Insira parte do nome do Fundo ou seu CNPJ Selecione a opção “Regulamento”.

Fundos de investimento - Considerações

Realizar investimentos é algo que precisa ser feito com muita atenção e cautela.

Por isso, saber apenas como funcionam os fundos de investimento não é o suficiente. Antes de qualquer decisão, procure entender o investimento que deseja realizar para, com isso, garantir que os recursos aplicados proporcionem a melhor rentabilidade possível.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários