Vale a pena avaliar o tipo de fundo que estamos comprando, afinal, saber qual o melhor fundo de investimento imobiliário faz muita diferença.

Neste artigo, vamos ver algumas orientações e indicadores para saber qual é o melhor fundo de investimento imobiliário.

Imagine um FII que proporcione rendimentos mensais acima de seu benchmark, liquidez, gestão de qualidade, portfólio diversificado e com um histórico superando as outras modalidades de investimento. Podemos dizer qual o melhor fundo de investimento imobiliário através desses dados e também de alguns outros indicadores bastante comuns observados por investidores e gestores no mercado financeiro.

Indicadores para avaliar qual o melhor fundo de investimento imobiliário

qual o melhor fundo de investimento

Escolher fundos imobiliários normalmente consiste em duas tarefas:

  • Qualitativa
  • Quantitativa

Na qualitativa, podemos avaliar a localização do imóvel:

  • Se está em uma zona de crescimento
  • Se a rentabilidade dos aluguéis na região é interessante
  • Se o preço por metro quadrado é relevante
  • Se está em uma cidade em crescimento

A tarefa quantitativa, pode ser mais simples e mais fácil de ser feita. Nela, vamos avaliar os números do empreendimento.

Veja quais são os 7 indicadores essenciais:

|Cotação|

O preço por si só não é um fator para escolha, mas ele é importante para fazermos as próximas análises.

Os fundos imobiliários são negociados na Bolsa de Valores de forma que sua cotação não é fixa.

Deste modo, muda todos os dias de acordo com a oferta e demanda por cotas desta sociedade.

Por isso, funciona como qualquer mercado, se existem mais interessados em comprar do que em vender, naturalmente o preço vai subir.

Sendo que o contrário também é verdadeiro.

|Valor de Mercado|

Todos os fundos têm um número de cotas, ou seja, em quantos pequenos pedaços o fundo foi dividido e negociado.

O valor de mercado é justamente o que custaria comprar todos estes pedaços.

Chega-se a este número multiplicando a última cotação pelo número total de cotas.

|Patrimônio Líquido|

O Patrimônio Líquido é o valor de avaliação dos bens do fundo.

Ou seja, quanto vale ou valem os ativos do fundo?

Ou quanto valem as participações em outros fundos ou recebíveis imobiliários?

A soma ou avaliação de todos estes bens é o Patrimônio Líquido total do fundo.

|PLC – Patrimônio Líquido por Cota|

Se dividir o patrimônio líquido pelo número de cotas, teremos este número o PLC – Patrimônio Líquido por Cota.

|Valor de mercado x Valor patrimonial| 

Uma das maneiras de mensurar o valor dos fundos imobiliários é se guiar pelo valor patrimonial do mesmo.

Basicamente, o fundo imobiliário é constituído por um imóvel (ou vários), sendo assim o valor patrimonial, que representa o valor.

|Liquidez do Fundo Imobiliário|

Os melhores fundos imobiliários têm mais de 100 negócios por dia, em um total de negócios médio acima de R$ 150 mil diários.

Isso garante ao investidor a facilidade de vender estes ativos em poucos dias, quando achar interessante vender sua participação.

|Dividend Yield|

O Dividend Yield é a renda anual paga pelo fundo, descrita em termos percentuais.

Digamos que um fundo tenha a sua cota valendo R$ 100,00 e que ele pague um “aluguel” ou rendimento mensal de R$ 1,00 / mês.

Se nos últimos 12 meses você acumulou R$ 12,00, seu Dividend Yield será de R$ 12,00 / R$ 100,00 = 12%.

Os fundos (principalmente os que tem renda de aluguel), distribuem mensalmente o lucro oriundo dos seus aluguéis, dividindo a receita igualmente entre cada uma das cotas.

Uma grande vantagem dos fundos imobiliários é que a sua distribuição é isenta de Imposto de Renda.

Portanto, se a intenção ao comprar um fundo imobiliário é a de gerar renda, siga esses indicadores e saiba qual o melhor fundo de investimento imobiliário, pois eles são uma ótima alternativa de aplicaçãi financeira no longo prazo.

Marcos Baroni
Marcos Baroni Especialista em FIIs (Suno Research)

Marcos Baroni é especialista em Fundos Imobiliários. Professor há 20 anos em cursos de Graduação e MBA nas áreas de Gestão de Projetos e Processos.

Comentários