Título de capitalização – Investimento ou jogo de sorte?

Por ventura, em algum momento você pensou em adquirir o título de capitalização oferecido pelo banco em que você é correntista?

Muito bem, se você está achando que título de capitalização é investimento, termine de ler este artigo e entenda qual é o principal objetivo deste produto.

Um título de capitalização pode ser definido como um título de crédito comercializado geralmente por bancos comerciais, com o objetivo de formação de uma aplicação, mas também com um caráter lotérico, de sorteio de prêmios de capitalização.

Título de capitalização - Como funciona  título capitalização

Neste produto, o capitalizador concorre a prêmios de sorteio, recebendo ao final da aplicação seu dinheiro acrescido de reajustes e subtraído taxas de administração.

Os valores aportados pelo capitalizador são geralmente divididos entre:

  • Parte a ser capitalizada
  • Parte de sorteio
  • Parte referente à administração

Ao fim do plano, ou após o período de carência, o capitalizador só terá direito a resgatar a parte capitalizada.

Já a parte de sorteio é destinada ao pagamento dos prêmios de sorteio.

A taxa de administração é destinada a remunerar a empresa que administra o título.

Em razão disso, a capitalização é vista por alguns como uma operação desvantajosa ao cliente, pois geralmente o valor do saque ao final do plano é pouco ou nada maior que a soma de todos os pagamentos feitos ao longo do tempo.

Por isso, os títulos de capitalização não devem ser considerados como uma aplicação financeira ou uma poupança, pois não se enquadram nem como de renda fixa, já que tendem a render quase nada.

Título de capitalização - Desvantagens

título capitalização

Os títulos de capitalização são desvantajosos em relação à rentabilidade de outros investimentos, inclusive em relação à poupança.

Além disso, a maioria dos contratos também estipula prazo de carência para resgate e parte do valor capitalizado fica com o banco no caso de resgate anterior ao prazo estipulado no contrato.

Definitivamente, títulos de capitalização são produtos altamente desvantajosos.

Quem ganha muito com esses produtos, são as instituições financeiras.

Essas instituições visam pessoas que são atraídas por prêmios e sorteios e que geralmente não tem muito conhecimento sobre o valor do dinheiro e investimentos.

Veja agora, uma lista das razões que levam este produto a não ser tão atraente:

  • Título de capitalização não é investimento, pode ser considerado um jogo: É mais barato apostar na loteria que comprar este produto.
  • O rendimento é inferior ao da poupança: A maior parte dos bancos corrigem o valor aplicado a uma taxa diminuta (TR). Além disto, cobram taxas como de carregamento, administração e cota para sorteio reduzindo ainda mais a rentabilidade.
  • O dinheiro do cliente fica “preso”: Os bancos estabelecem um prazo de carência, impossibilitando ou dificultando resgates antes deste prazo. Se o cliente deseja retirar antes, é em geral cobrada uma multa.

Título de capitalização - Considerações

Na realidade, quem leva vantagem são as instituições financeiras com esse tipo de produto. Pois, eles conseguem recursos a taxas extremamente baixas e somente repassam uma diminuta correção aos seus clientes.

Por isso, se a intenção é investir, recomendamos que fique longe de um título de capitalização. Bons investimentos!

Marcos Baroni
Marcos Baroni Especialista em FIIs (Suno Research)

Marcos Baroni é especialista em Fundos Imobiliários. Professor há 20 anos em cursos de Graduação e MBA nas áreas de Gestão de Projetos e Processos.

Comentários