Em relatório mensal apresentado aos cotistas nesta terça-feira (23), a gestão do Bradesco Carteira Imobiliária Ativa (BCIA11) comunicou o resumo do desempenho do fundo no mês de janeiro. Também, o Bradesco Assent Management - gestora do fundo em questão - apresentou a sua visão do mercado em relação ao ano de 2021. 

O relatório começa com uma visão otimista, mas com os “pés no chão”. A volatilidade do mercado de FIIs nos últimos dias é um sinal de apetite ao risco dos investidores. 

Porém, as incertezas em relação à vacinação contra a covid-19, os entraves da recuperação econômica brasileira e a lentidão das reformas fiscais seguram qualquer confiança exagerada. 

Por isso, o “IFIX apresentou leve valorização de 0,32% no mês, com contribuição positiva dos fundos de varejo e CRI, e negativa fundos de agências”, afirmou a gestão do BCIA11.

Porém, a cota patrimonial do fundo sofreu desvalorização de 0,04%, que será explicado pela gestora do fundo.  

Setores que contribuíram para o desempenho do BCIA11

Na sequência, o Bradesco Asset Management especifica quais ativos e setores trouxeram maior valorização para o portfólio do fundo BCIA11, neste caso:

  • Fundos imobiliários de papel CRI (KNCR11 e KNSC11)  
  • Fundo de tijolo do setor shopping (HSML11) 

Por outro lado, a gestão também especificou quais foram os ativos que puxaram o desempenho do fundo para baixo, a saber: 

  • Logística, com o VILG11
  • Lajes corporativas, com HGRE11 e THRA11

Nesta perspectiva, o BCIA11 fez alocações em alguns ativos de setores considerados aquecidos, principalmente no segmento de fundos do setor de galpões lajes corporativas e manutenção de posições em fundos de CRIs. 

Os FIIS que tiveram alocações durante o mês de janeiro, foram estes:

  • XPLG11
  • VILG11
  • SDIL11

Os resultados do Fundo

No mês de janeiro, o fundo BCIA11 distribuiu R$ 0,64 por cota. A gestora informou ainda que “nos últimos 12 meses, o fundo distribuiu R$ 8,66/cota, equivalente a um DY de 6,6% considerando a cota patrimonial e de 6,8% considerando a cota de mercado, ambas no fechamento do mês”. 

Na tabela abaixo, é possível observar o desempenho do fundo por meio do seu fluxo de caixa. Confira: 

tabela bcia11

Por fim, a gestora do fundo Bradesco Carteira Imobiliária Ativa considerou positivo o fechamento do mês de janeiro, mesmo com a desvalorização da cota. A gestão explicou que o cenário econômico ainda inspira confiança: 

“Continuamos com uma visão positiva para os fundos imobiliários, devido aos juros em patamares historicamente baixos e expectativa de recuperação do PIB com o avanço da vacinação”, afirmou o gestor do BCIA11

Conheça o fundo Bradesco Carteira Imobiliária Ativa (BCIA11)

O BCIA11 é um fundo imobiliário do tipo Fundo de Fundos, o principal objetivo do fundo é a obtenção de renda por meio da aquisição de cotas de Fundos, mas também de títulos de renda fixa. 

O Bradesco Carteira Imobiliária Ativa possui patrimônio líquido de R$434,48 milhões e tem cerca de 3.719.038 número de cotas. O valor do seu dividend yield anual em relação ao preço da sua cota atual é de 8,66%. 

Para quem deseja investir no BCIA11, o valor atual da sua cota é de R$108,02 (atualizado dia 23/02), sendo sua taxa de administração de 0,50% a.a sobre patrimônio líquido.