O‌ ‌‌IFIX‌‌ fechou ‌a‌ ‌última‌ quarta-feira‌ ‌(02)‌ ‌em baixa de -0,19%,‌ terminando ‌o‌ ‌dia‌ ‌em 2.745,42 pontos.‌ ‌No‌ ‌acumulado‌ ‌do‌ ‌mês‌ ‌de‌ agosto ‌e‌ ‌do‌ ‌ano‌ ‌de‌ ‌2021,‌ ‌a‌ ‌variação‌ ‌do‌ ‌índice‌ ‌é‌ ‌de‌ -0,16%‌ ‌e‌ -4,34%,‌ ‌respectivamente.‌

Também, o ‌‌índice‌‌ ‌‌‌‌SUNO30‌‌‌‌ ‌‌fechou‌‌ ‌‌em‌‌ baixa ‌de‌ -0,17%‌ ‌‌e‌‌ ‌99,89 pontos.‌‌ ‌‌Veja‌‌ ‌‌na‌‌ ‌‌tabela‌‌ ‌‌‌abaixo:‌‌

fechamento fiis

Confira as principais notícias do mercado de FIIs:

HGLG11 assina compromisso de venda de ativo locado para Lojas Americanas

A Credit Suisse, gestora do CSHG Logística FII (HGLG11), comunicou nesta quinta-feira (02) aos seus investidores, que venderá o imóvel locado para as Lojas Americanas em Uberlândia, MG. 

Diante disso, o fundo assinou um compromisso de venda e compra com o fundo GGR Covepi Renda Fundo de Investimento Imobiliário. 

O HGLG11 se comprometeu a vender o ativo logístico localizado na Avenida CTR Empresarial, no loteamento fechado denominado CTR Centro Empresarial, em Uberlândia, MG. 

Segue abaixo a imagem do imóvel:

HGLG11

Em 17 de outubro de 2018, o fundo concluiu a aquisição do Imóvel que está 100% locado para a companhia Lojas Americanas S.A. O Imóvel representava 10,6% do valor patrimonial dos ativos imobiliários do HGLG11 e 10,4% da receita contratada total. 

Inicialmente, o valor a ser recebido pelo fundo em decorrência da venda do Imóvel corresponde, nesta data, a R$ 253.000.000,00, equivalente a aproximadamente R$ 2.836,74/m² . 

Porém, o valor de venda será corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - IPCA de 30 de setembro de 2020, com base no número indice de agosto de 2020, até a presente data. 

Assim, o imóvel deverá ser vendido a R$ 278.000.000,00, equivalente a aproximadamente R$ 3.117,05/m² e será pago em 4 parcelas: 

  • 1ª Parcela: R$ 101.500.000,00 pagos a título de adiantamento; 
  • 2ª Parcela: representará um valor de 19,8% do Valor de Venda Atualizado, que equivale a aproximadamente R$ 55.000.000,00 adicionados um terço da Correção 1ª Parcela. 
  • 3ª Parcela: representará um valor de 19,8% do valor de venda atualizado, que equivale aproximadamente a R$ 55.000.000,00 adicionados um terço da Correção 1ª Parcela, cujo pagamento será realizado em até 6 meses contados do pagamento da 2ª Parcela
  • 4ª Parcela: representará um valor de 20,3% do valor de venda atualizado, que equivale a aproximadamente R$ 56.500.000,00 adicionados um terço da correção 1ª Parcela.

As tranches indicadas como acima serão ainda ajustadas pela variação mensal do IPCA acrescida de 1,5% ao ano a partir da presente data. 

O comprador fará jus ao aluguel proporcional às parcelas efetivamente pagas do valor de venda. 

O lucro da operação de venda

O aluguel atual é de R$ 1.589.851,63, equivalente a aproximadamente R$ 0,07 (sete centavos) por cota, considerando a quantidade atual de 21.313.413 cotas. 

No mais, foi acordado que o comprador terá direito a uma bonificação de aluguel, além do proporcional mencionado acima, no valor mensal de R$ 208.333,33 nos primeiros 12 meses.

O lucro será recebido pelo HGLG11 no momento da superação da condição precedente, o que ocorrerá concomitantemente ao pagamento da 2ª Parcela. 

Ao todo, a operação gerará um lucro em regime caixa aproximado de R$ 90,4 milhões, o equivalente a aproximadamente R$ 4,24 por cota. 

A taxa interna de retorno anualizada da operação, considerando os valores atuais de transação, seria de aproximadamente 21% no período. 

O CSHG Logística FII tem por objeto a exploração de empreendimentos imobiliários voltados primordialmente para operações logísticas e industriais, por meio de aquisição de terrenos para sua construção ou aquisição de imóveis em construção ou prontos, para posterior alienação, locação ou arrendamento.

KNSC11 informa distribuição e relata as operações do mês

O Kinea Securities (KNSC11), representado por sua gestora Kinea Investimentos, informou nesta última quinta-feira (02) em relatório gerencial, os resultados do fundo no mês de agosto. Além disso, a equipe gestora comunicou aos cotistas a movimentação de seus investimentos.

Em relação à distribuição de rendimentos, o fundo distribuirá R$1,15 por cota. A gestão frisou que esse valor representa uma rentabilidade, isenta do imposto de renda, de 1,21%. Considerando ainda a cota da 2ª emissão, de R$ 94,81, o valor que corresponde a 286% da taxa DI do período. 

Confira os maiores detalhes dos resultados na tabela abaixo:

KNSC11

Ao final de agosto, o KNSC11 apresentava alocação em ativos-alvo equivalente a 98,7% do seu patrimônio. A parcela remanescente, de 1,3%, está investida em instrumentos de caixa.

Movimentação de ativos

Ao final do mês o fundo investiu cerca de R$ 51,5 milhões a uma taxa média de IPCA + 7,14%, distribuído entre as seguintes operações: 

  • CRI Le Biscuit: R$ 30,5 milhões com taxa de IPCA + 7,16% - Operação com a empresa varejista Lojas Le Biscuit. 
  • CRI Casa & Vídeo: R$ 15 milhões com taxa de IPCA + 7,36% - Operação com risco de crédito corporativo da varejista Casa & Vídeo. 
  • CRI Cidade Matarazzo: R$ 6 milhões com taxa de IPCA + 6,50% - Operação baseada na aquisição de unidades residenciais por um fundo imobiliário. 

Apenas para uma melhor orientação dos investidores, a gestão destaca que os CRI atrelados à inflação presentes na carteira refletem, aproximadamente, as variações do indexador IPCA referentes aos dois meses anteriores à apuração de resultados. 

Portanto, os resultados apurados ao longo do mês de agosto que serão distribuídos no mês de setembro, refletem a variação do IPCA referente aos meses de junho (0,53%) e julho (0,96%). 

Desta forma, a apuração de resultados referente ao mês de setembro refletirá as variações do IPCA relativas aos meses de julho e agosto. 

O Kinea Securities é um fundo do tipo papel, portfólio dedicado ao investimento em valores  Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) e cotas de FIIs. Confira abaixo o perfil do portfólio do KNSC11:

KNSC11

XPIN11 informa sobre locação de imóvel para o Mercado Livre

O XP Industrial Fundo de Investimento Imobiliário (XPIN11), representado por sua gestora XP Vista Asset Management, comunicou aos seus cotistas nesta última quinta-feira (02) a locação de imóvel em Atibaia, São Paulo.

A gestão informou que assinou Contrato de Locação com o Mercado Livre, empresa varejista de atuação em comércio eletrônico e soluções tecnológicas na América Latina. O imóvel em questão é o Condomínio Empresarial Barão de Mauá, localizado em Atibaia/SP, com área bruta locável total de 5.760,99m². 

A empresa alugou os módulos 8 e 9 do ativo por meio de um contrato com prazo de vigência de 60 meses a partir da data de conclusão das obras de adequação, a qual está prevista para 90 dias contados a partir do dia 02 de setembro. 

A receita acumulada do contrato, considerando a soma dos recebíveis relativos aos 24 primeiros meses de vigência, ou seja, a partir da data de conclusão das obras, é estimada em R$ 0,18 por cota. 

A partir do 25º mês a receita mensal decorrente do contrato, sem considerar a correção inflacionária prevista, é estimada em R$ 0,01 por cota. 

Os cálculos foram realizados considerando a quantidade atual de cotas do XPIN11 em circulação. 

Com este novo contrato, considerando o portfólio atual, a vacância dos imóveis será reduzida de 11,01% para 8,76%. 

O XP Industrial Fundo de Investimento Imobiliário (XPIN11) tem como objetivo a obtenção de renda e ganho de capital por meio da compra de ativos imobiliários industriais ou logísticos. Isso inclui imóveis que estão em construção ou imóveis prontos para venda, locação ou arrendamento.