O‌ ‌‌IFIX‌‌ fechou ‌a‌ ‌última‌ terça-feira‌ ‌(6)‌ ‌em alta de 0,21%,‌ terminando ‌o‌ ‌dia‌ ‌em 2.761,49 pontos.‌ ‌No‌ ‌acumulado‌ ‌do‌ ‌mês‌ ‌de‌ ‌julho ‌e‌ ‌do‌ ‌ano‌ ‌de‌ ‌2021,‌ ‌a‌ ‌variação‌ ‌do‌ ‌índice‌ ‌é‌ ‌de‌ 0,23%‌ ‌e‌ -3,78%,‌ ‌respectivamente.‌ ‌

Também,‌ ‌o‌ ‌índice‌ ‌‌SUNO30‌‌ ‌fechou‌ ‌em‌ alta de 0,18% ‌e‌ 100,92 pontos.‌ ‌Veja‌ ‌na‌ ‌tabela‌ ‌abaixo:‌ 

fechamento 06-07 fiis

Confira as principais notícias do mercado de FIIs:

KNIP11 divulga resultados e rendimentos do mês

O FII Kinea Índices de Preços (KNIP11), administrado pela Intrag DTVM Ltda, divulgou nesta terça-feira (6) o seu relatório gerencial do mês de junho, no qual descreveu seus resultados e rendimentos mensais, assim como a atualização de seu portfólio.

O objetivo do Kinea Índices de Preços é manter um portfólio dedicado ao investimento em ativos de renda fixa de natureza imobiliária. Mas o foco principal, nesse caso, são os Certificados de Recebíveis Imobiliários.

Em relação aos resultados, os dividendos referentes a junho serão de R$ 1,10 por cota e representam uma rentabilidade, isenta do imposto de renda para as pessoas físicas, de 1,03% considerando a cota média da 7ª emissão, de R$ 106,41, equivalente a 339% da taxa DI do período.

Na tabela abaixo é possível ver os resultados com maiores detalhes:

KNIP11

As novas alocações do fundo totalizaram um montante igual a R$ 295 milhões e taxa média de IPCA + 5,72%, distribuído entre as seguintes operações:

  • CRI FL Plaza: R$ 145 milhões em um CRI de 5 anos com taxa de IPCA + 5,50% e R$ 135 milhões em um CRI de 15 anos com uma taxa de IPCA + 5,80% 
  • CRI Creditas VIII: R$ 15,78 milhões com taxa de IPCA + 6,80% 

Por fim, a gestão destacou que os CRI atrelados à inflação presentes na carteira refletem, aproximadamente, as variações do indexador IPCA referentes aos dois meses anteriores à apuração de resultados. 

KNSC11 informa resultados e divulga movimentação de carteira

O Kinea Securities (KNSC11), representado por sua gestora Kinea Investimentos, informou nesta última terça-feira (6) em relatório gerencial, os resultados do fundo no mês de junho. Além disso, a equipe gestora comunicou aos cotistas a movimentação de seus investimentos. O Kinea Securities é um fundo do tipo papel, portfólio dedicado ao investimento em valores  Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) e cotas de FIIs.

O fundo divulgou que os dividendos do mês de junho, cuja distribuição ocorrerá no dia 13 de julho, serão de R$ 0,95 por cota. Segue abaixo os resultados do KNSC11:

KNSC11

Em relação à rentabilidade, isenta do imposto de renda para as pessoas físicas, representa 1,00% “considerando a cota da 2ª emissão, de R$ 94,81 que corresponde a 329% da taxa DI do período”, ressaltou a Kinea Investimentos.

No que se refere aos seus investimentos, o KNSC11 apresentava alocação em ativos-alvo equivalente a 99,6% do seu patrimônio. A parcela restante, neste caso os 0,4%, está alocada em instrumentos de caixa que serão destinados a novas operações. Abaixo, observe o resumo das alocações do fundo no mês:

KNSC11

Movimentação da carteira

Os investimentos realizados no mês de junho totalizaram um valor igual a R$ 85 milhões, sendo taxa média de IPCA + 6,30%, distribuído entre as seguintes operações: 

  1. CRI FL Plaza: Foi investido R$ 15 milhões em um CRI de 5 anos com taxa de IPCA + 5,50% e R$ 15 milhões em um CRI de 15 anos com taxa de IPCA + 5,80%. 
  2. CRI Ed. Fujitsu: Foi desembolsado R$ 24,75 milhões para um prêmio de IPCA + 6,00% - CRI baseado na aquisição de 7 lajes do Ed. Fujitsu, localizado em São Paulo. 
  3. CRI Creditas VIII: Série Sênior R$ 23,13 milhões com taxa de IPCA + 6,80% e Série Mezanino R$ 6,87 milhões com taxa de IPCA + 8,55% - CRI baseado em uma carteira de recebíveis de empréstimos garantidos por imóveis residenciais 

Como complemento, a gestora destacou que “os CRI atrelados à inflação presentes na carteira refletem, aproximadamente, as variações do indexador IPCA referentes aos dois meses anteriores à apuração de resultados”. 

OUJP11 divulga resultados e informa movimentação de carteira

Em relatório gerencial apresentado aos cotistas nesta última terça-feira (6), a gestão do Ouroinvest JPP FII (OUJP11) comunicou sobre o desempenho do fundo no mês de junho. Também, a gestora JPP Capital informou resultados e rendimentos, além de detalhar os investimentos do mês.  

O rendimento referente ao mês de junho, com pagamento em julho, foi de R$ 0,83 por cota. Confira na tabela abaixo:

OUJP11

A gestão disse que o resultado foi impactado por fatos não recorrentes, sobretudo, por meio da venda de posição residual em ativo e prêmio de pré-pagamento. Só esse fator contribuiu com o equivalente a R$ 0,09/cota, além da distribuição do saldo de lucros retidos de R$ 0,14/cota. 

Desta forma, o rendimento de junho, combinado à valorização de 0,23% da cota patrimonial, proporcionou retorno total de 1,04% no mês de junho. 

No fim do mês passado, ela estava com 83,1% dos investimentos alocados em ativos imobiliários, sendo 82,1% em CRI e 1,0% em FII. Além disso, a JPP Capital destacou que o “saldo de 16,9% estava alocado em instrumentos de caixa. Em junho, direcionamos R$ 30,4 milhões para novas operações de CRI”. 

Observe o perfil dos ativos investidos pelo OUJP11:

OUJP11

Principais movimentações da carteira

Em junho, o OUJP11 realizou a compra de R$ 30,4 milhões em duas operações, além do pagamento antecipado por decisão do devedor de R$ 2,4 milhões do CRI Rio Ave. 

Foi investido R$ 21,2 milhões do CRI Lote 5 III, uma operação com prazo médio de 5,5 anos e remuneração de IPCA+9,0%.

A outra operação se refere à alocação de R$ 9,2 milhões da série sênior de um CRI Pulverizado, que tem prazo médio de 5 anos e remuneração de IPCA+6,5%. 

O Ouroinvest JPP FII é um fundo de papel Fundo que poderá adquirir até 100% do seu Patrimônio Líquido em CRI de classe única ou seniores e até 15% do seu Patrimônio Líquido em CRI de classe subordinada.