O‌‌‌ ‌‌‌‌‌‌IFIX‌‌‌‌‌‌ ‌‌fechou‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌última‌‌‌ terça-feira‌‌‌ ‌‌‌(7)‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ queda de 0,15%,‌‌‌ ‌‌terminando‌‌ ‌‌‌o‌‌‌ ‌‌‌dia‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ ‌‌2.825 pontos.‌‌‌ ‌‌‌No‌‌‌ ‌‌‌acumulado‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌mês‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ junho ‌‌‌e‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌ano‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ ‌‌‌2022,‌‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌variação‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌índice‌‌‌ ‌‌‌é‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ 0,15 ‌‌‌e‌‌‌ 0,71%‌‌,‌‌‌ ‌‌‌respectivamente.‌‌‌ ‌Em resumo, BCFF11 informa resultado com venda de CRI, enquanto o XPLG11 mostrou dividendos maiores e vacância.

Confira‌‌ ‌‌as‌‌ ‌‌principais‌‌ ‌‌notícias‌‌ ‌‌do‌‌ ‌‌mercado‌‌ ‌‌de‌‌ ‌‌FIIs:‌‌

FII BCFF11 “aposta alto” em FIIs de CRI e vê resultado maior

A gestão do FII BTG Pactual Fundo de Fundos (BCFF11), detalhou em seu relatório gerencial, os resultados do fundo referente a abril. Desta forma, a gestora BTG Pactual Gestora de Recursos explicou que sua estratégia em focar nos FIIs de CRI tem dado certo. 

O resultado produzido pelo fundo foi o maior dos últimos anos, de R$1,09 por cota, distribuindo R$0,54/cota aos seus investidores. A gestora disse que esse valor representa um dividend yield de 9,6% ao ano, com base na cota de fechamento do mês.  

O recurso maior veio através da venda parcial do CRI Duque. Com essa operação, o fundo reconheceu R$0,19/cota de lucro, além de outros R$0,30/cota de correção monetária que ainda não foi reconhecido contabilmente. 

No total, esse resultado representa um aumento de 56% na comparação com abril/21, proveniente sobretudo, do portfólio de FIIs de CRI e CRIs investidos pelo BCFF11. 

Em complemento, o BCFF11 encerrou mês com uma reserva gerencial e de contingência que, somadas, representam R$35,7 milhões, o equivalente a R$ 1,42/cota.

O FII BTG Pactual Fundo de Fundos Imobiliários tem como objetivo principal a aquisição de cotas de outros FIIs, bem como Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) e outros títulos de renda fixa.

FII XPLG11 aumenta dividendos, mas vê vacância aumentar

A XP Asset Management, gestora do XP Log FII (XPLG11), comunicou nesta terça-feira (7) sobre os resultados e rendimentos referentes ao mês anterior. Além disso, a gestora explicou o recente aumento nos dividendos e vacância do fundo. 

Sobre os dividendos do XPLG11 que serão pagos em junho, os cotistas receberão R$ 0,68/cota, que corresponde ao dividend yield anualizado de 8,5% em relação ao valor de mercado da cota no fechamento do mês (R$ 95,46/cota). 

Por outro lado, o fundo assinou a rescisão do contrato da Indusback no WTTP II, cuja ABL calculada com base na participação do XPLG11 no empreendimento (80%) era de 1.712,54 m². A gestora confirmou que a vacância física XPLG11 saiu de 8,8% para 9,0%. 

O XP Log FII é um fundo imobiliário do tipo tijolo com foco no mercado de galpões logísticos. Além disso, o XP Log FII possui investimentos em aplicações financeiras e em outros FIIs.