O‌ ‌‌IFIX‌‌ fechou ‌a‌ ‌última‌ sexta-feira‌ ‌(15)‌ ‌em alta de 0,41%,‌ terminando ‌o‌ ‌dia‌ ‌em 2.743,93 pontos.‌ ‌No‌ ‌acumulado‌ ‌do‌ ‌mês‌ ‌de‌ outubro ‌e‌ ‌do‌ ‌ano‌ ‌de‌ ‌2021,‌ ‌a‌ ‌variação‌ ‌do‌ ‌índice‌ ‌é‌ ‌de‌ 1,04%‌ ‌e‌ -4,38%,‌ ‌respectivamente.‌

Também, o ‌‌índice‌‌ ‌‌‌‌SUNO30‌‌‌‌ ‌‌fechou‌‌ ‌‌em‌‌ 0,40%‌ ‌‌e‌‌ ‌99,40 pontos.‌‌ ‌‌Veja‌‌ ‌‌na‌‌ ‌‌tabela‌‌ ‌‌‌abaixo:‌‌ ‌ 

fechamento fiis

Confira as principais notícias do mercado de FIIs:

HABT11‌ ‌movimenta carteira e explica emissão de cotas

O‌ ‌Fundo‌ ‌de‌ ‌Investimento‌ ‌Imobiliário‌ ‌‌Habitat‌ ‌Recebíveis‌ ‌Pulverizados‌ ‌(HABT11)‌com‌ ‌gestão‌ ‌da‌ ‌‌Habitat‌ ‌Capital‌,‌ ‌divulgou‌ ‌nesta‌ ‌sexta-feira‌ ‌(15)‌ o ‌seu‌ ‌relatório‌ ‌gerencial‌ ‌do‌ ‌mês‌ ‌de‌ setembro,‌ ‌no‌ ‌qual‌ ‌descreveu‌ ‌seus‌ ‌resultados‌. ‌Além‌ ‌disso ‌o fundo mostrou a ‌movimentação‌ ‌de‌ ‌sua‌ ‌carteira‌ ‌de‌ ‌investimentos e relatou sobre emissão de cotas.‌

Referente ao mês de setembro, a distribuição de rendimentos aos cotistas do HABT11 foi de R$ 1,50 por cota. Isso corresponde a um yield de 1,32% em relação a cota de fechamento do mês (R$113,97). A Habitat Capital destacou que, em 12 meses, a distribuição de rendimentos foi de R$ 18,86/cota.

Confira os resultados do fundo na tabela abaixo:

HABT11

O HABT11 fechou o mês de setembro com 88,5% do seu patrimônio líquido (PL) alocado em CRIs, distribuídos em 38 operações distintas, 6,1% do PL alocado em FIIs e 5,4% em caixa. 

Em relação ao mês passado, o fundo alocou R$ 72,88 milhões em diversos CRIs. 

Ainda no mês de setembro, o fundo recebeu o pré-pagamento dos CRIs Reserva Ville e Solar Pedra da Ilha, no valor total de R$29,4 milhões. A gestão destacou que este valor corresponde 5,6% do PL do fundo. 

O recurso recebido foi reinvestido em CRIs no início do mês de outubro.

Emissão de cotas ainda em curso

Iniciada no mês de agosto, a 3ª emissão de cotas segue em curso, no valor total de até R$165 milhões (mais lote adicional de até 20%). Seu encerramento está programado para 29 de outubro. 

No dia 13 de outubro houve a liquidação de direitos de preferência no valor total de R$99,5 milhões, o que corresponde a 60,34% do montante total da oferta. 

Segue abaixo o perfil da carteira de investimentos do fundo:

HABT11

O‌ ‌‌Habitat‌ ‌Recebíveis‌ ‌Pulverizados‌‌ ‌é‌ ‌um‌ ‌fundo‌ ‌de‌ ‌investimento‌ ‌imobiliário‌ ‌que‌ ‌tem‌ ‌como‌ ‌objetivo‌ ‌a‌ ‌aquisição‌ ‌de‌ ‌ativos‌ ‌financeiros‌ ‌de‌ ‌natureza‌ ‌imobiliária,‌ ‌com‌ ‌preponderância‌ ‌em‌ ‌Certificados‌ ‌de‌ ‌Recebíveis‌ ‌Imobiliários‌ ‌(CRIs)‌ ‌lastreados‌ ‌em‌ ‌carteiras‌ ‌de‌ ‌recebíveis‌ ‌pulverizados.‌ ‌

HCTR11 mostra investimento e explica aquisições

O FII Hectare CE (HCTR11) com gestão da Hectare Capital, divulgou nesta sexta-feira (15) o seu relatório gerencial do mês de setembro, no qual descreveu seus resultados. O fundo destacou a movimentação de seu portfólio e explicou algumas aquisições.

Referente ao mês de setembro, o fundo anunciou o dividendo de R$1,60 por cota. Este valor corresponde a um dividend yield de 1,34%. Confira abaixo:

HCTR11

Em relação aos investimentos do HCTR11, em setembro, foi alocado um total de R$ 264 milhões. Deste valor, R$ 87 milhões foi destinado ao aumento de posição em ativos em carteira, enquanto R$ 177 milhões foram investidos em novas operações. 

Do total alocado, 92% foi em CRIs a uma taxa média de Inflação + 10,6% a.a., e 8% em FIIs. Segue abaixo uma tabela com as principais operações do fundo:

HCTR11

Desta forma, a gestão explicou o racional de algumas das operações feitas pelo HCTR11. Dentre elas, o CRI Hope foi uma operação estruturada pela Hectare Capital. 

De acordo com a gestora, o ativo foi estruturado para trazer um retorno mais próximo ao de equity em multipropriedade e hotelaria, através da participação no resultado dos projetos. 

Porém, o ativo possui proteção com um retorno mínimo e pagamento mensal de juros, dando maior rentabilidade ao cotista e redução de riscos relacionados aos passivos ambientais e trabalhistas. 

O HCTR11 também recebeu o valor do prêmio de resgate antecipado, referente à multa de pré-pagamento do CRI Golden. 

O FII Hectare CE é um fundo imobiliário que tem como objetivo proporcionar aos cotistas a valorização e a rentabilidade de suas cotas no longo prazo, por meio de investimentos em ativos imobiliários, auferindo rendimentos e ganhos de capital advindos destes.

RBFF11 mostra resultados, movimentação de carteira e nova estratégia

Em relatório gerencial apresentado aos cotistas nesta sexta-feira (15), a gestão do FII Rio Bravo Fundo de Fundos (RBFF11) comunicou sobre o desempenho do fundo no mês de setembro. Também, a gestora Rio Bravo explicou sua nova estratégia em relação ao contexto de queda do IFIX, além de mostrar a movimentação de investimentos.  

Em setembro, o RBFF11 informou uma distribuição de 0,47 por cota, o que corresponde a um dividend yield de 9,4%. De acordo com a Rio Bravo, o yield do fundo está acima da média do mercado e do IFIX. Confira abaixo:

RBFF11

Além disso, o fundo encerrou o mês negociando com um desconto de 11,4% em relação à cota patrimonial. 

Estratégia do RBFF11 e movimentação na carteira

Diante do cenário de volatilidade do mercado e aumento na taxa de juros, a gestão do RBFF11 tem buscado aumentar a receita recorrente do fundo. Seu foco é diminuir a dependência da realização de ganho de capital uma vez que o mercado está em baixa. 

Por outro lado, com a inflação mais alta, a gestão tem aumentado seu percentual de alocação em fundos de CRI. Veja abaixo o perfil de investimentos do fundo:

RBFF11

A gestão explicou que mesmo com esta nova orientação em relação aos fundos de papel, o RBFF11 continua com maiores posições em FIIs de tijolo. A expectativa da gestão é possuir  oportunidades de ganho de capital para o longo prazo, uma vez que esses fundos se encontram descontados no mercado secundário.

O FII Rio Bravo Fundo de Fundos é um fundo imobiliário do tipo papel (Fundo de fundos). Seu objetivo é proporcionar retorno aos seus cotistas por meio de uma carteira diversificada por meio de investimentos em FIIs e em ativos de renda fixa.