O‌ ‌‌IFIX‌‌ fechou ‌a‌ ‌última‌ quinta-feira‌ ‌(16)‌ ‌em queda de -0,12%,‌ terminando ‌o‌ ‌dia‌ ‌em 2.727,68 pontos.‌ ‌No‌ ‌acumulado‌ ‌do‌ ‌mês‌ ‌de‌ setembro ‌e‌ ‌do‌ ‌ano‌ ‌de‌ ‌2021,‌ ‌a‌ ‌variação‌ ‌do‌ ‌índice‌ ‌é‌ ‌de‌ -0,80%‌ ‌e‌ -4,96%,‌ ‌respectivamente.‌

Também, o ‌‌índice‌‌ ‌‌‌‌SUNO30‌‌‌‌ ‌‌fechou‌‌ ‌‌em‌‌ queda de -0,12%‌ ‌‌e‌‌ ‌99,27 pontos.‌‌ ‌‌Veja‌‌ ‌‌na‌‌ ‌‌tabela‌‌ ‌‌‌abaixo:‌‌ ‌ 

fechamento fiis

Confira as principais notícias do mercado de FIIs:

GGRC11 divulga resultados e novas aquisições de imóveis

A Zagros Capital, administradora do fundo GGR Copevi Renda (GGRC11), informou aos cotistas nesta última quinta-feira (16) os resultados do mês de agosto. Além disso, a gestão do fundo atualizou sobre compra de dois ativos para seu portfólio. 

O fundo distribuiu R$0,82 por cota de resultado referente ao mês de agosto de 2021. A Zagros Capital disse que R$0,08 do valor acima corresponde a parte dos rendimentos auferidos no 1º semestre de 2021. Os pagamentos foram realizados no 6º dia útil do mês de agosto. Veja abaixo:

GGRC11

No decorrer do mês de agosto foram negociadas 295.577 cotas do Fundo na B3, com volume diário de aproximadamente R$1,6 milhões e variação de 3% (três por cento) comparado ao mês de julho/2021. 

A cotação do GGRC11 na B3 no último dia útil do mês de agosto foi de R$117,64 apresentando uma variação nominal de -4,6% no mês e -18,8% nos últimos 12 meses. A boa notícia é que o fundo não apresenta vacância física e financeira em seu portfólio, encerrando o mês de agosto totalmente adimplente com suas obrigações. 

Atualmente a base de cotistas do fundo é formada por 95.429 investidores, entre pessoas físicas e jurídicas e investidores institucionais. 

Movimentação de portfólio

A gestão avisou que no mês de setembro o GGRC11 adquiriu dois ativos importantes. A primeira aquisição se refere a um projeto built to suit para a empresa Eagleburgmann do Brasil Vedações Industriais Ltda., na cidade de Valinhos em São Paulo, pelo valor de R$ 17.500.00,00. 

Já a segunda aquisição foi um galpão logístico construído, também no formato built to suit e alugado para as Lojas Americanas na cidade de Uberlândia/MG, pelo valor de R$ 253.000.000,00. 

Ambas aquisições chegam num momento importante para o GGRC11, aprimorando o risco de crédito global e também o dividend yield do fundo. 

Abaixo, confira o perfil dos ativos do fundo:

GGRC11

O GGR Copevi Renda tem como objetivo a realização de investimentos em imóveis comerciais, predominantemente no segmento industrial e logístico, com a finalidade de locação atípica (built to suit, sale and leaseback ou retrofit) ou venda, desde que atendam aos critérios e à política de investimento do Fundo descritos no regulamento. 

LVBI11 informa resultados e situação de seus imóveis

A‌ VBI Estate Gestão de Carteiras,‌ ‌gestora‌ ‌do‌‌ FII VBI LOG (LVBI11),‌ ‌comunicou‌ ‌nesta‌ quinta-feira ‌(16)‌ os resultados do mês de agosto. Também, a VBI Estate deu detalhes sobre a gestão dos seus ativos.

O fundo comunicou a distribuição de rendimentos equivalente a R$ 0,63/cota, pagos no dia 08/09. Essa distribuição é resultado de um resultado recorrente do LVBI11 equivalente a aproximadamente R$ 0,68/cota. Confira na tabela abaixo:

LVBI11

Porém, a distribuição deste mês foi impactada negativamente em aproximadamente R$ 0,01/cota, em função do reconhecimento de despesas referentes a comissões de locações. Os outros R$ 0,03/cota foi retido em caixa, de forma a manter uma maior linearidade nas distribuições. 

A VBI Estate disse que esta distribuição representa um dividend yield de 7,4% sobre o preço de fechamento das cotas no mercado secundário (R$ 101,63) em 31/08 ou, ainda, 6,6% sobre o PL do fundo ao final de agosto (R$ 114,72).

Sobre a vacância no fundo

Durante o mês de agosto não ocorreu nenhuma nova locação nos ativos do fundo, sendo que a única movimentação foi o encerramento de um contrato de locação temporário de um módulo (1.761 m²) do Ativo Itapevi, que representa 0,4% da ABL do Fundo. 

Dessa forma, ao final do mês de agosto, o LVBI11 possuía taxa de vacância financeira de 0,4% e taxa de vacância física de 3,2%, em função da área disponível para locação no G01 do ativo Aratu, que teve sua obra concluída em maio, e do módulo do Ativo Itapevi. 

Confira abaixo a carteira de ativos do fundo:

LVBI11

Vale ressaltar que esta área vacante no Ativo Aratu não impacta financeiramente o Fundo, dado que foi negociado rendimento preferencial mínimo até maio/2023. 

A gestora reafirma seu compromisso de prosseguir na prospecção de novos inquilinos para ocupar os ativos que ainda estão vagos. 

Gestão de ativos e obras 

No ativo Araucária, a gestão informou que foram iniciadas as obras referentes a execução do novo pátio de estacionamento de caminhões e das novas docas, para melhor utilização do espaço pela locatária, a Magalu. 

No ativo Aratu, as obras estão em andamento e atingiram em agosto 27% de evolução física. A entrega está prevista para o segundo trimestre de 2022. 

No Ativo Jandira, as obras de melhoria do imóvel e execução de mezanino eram de responsabilidade dos vendedores do ativo. Todas as reformas foram concluídas. 

O FII VBI LOG tem como objetivo a obtenção de renda e ganho de capital por meio de, no mínimo, dois terços do seu patrimônio líquido investido em imóveis ou direitos reais sobre imóveis do segmento logístico ou industrial, bem como indiretamente, através de ações ou cotas de sociedades de propósito específico, cotas de FIIs.

RBED11 ainda não tem o valor e número de cotas de sua nova emissão

A Rio Bravo, administradora do FII Rio Bravo Renda Educacional (RBED11), comunicou nesta quinta-feira (16) aos seus cotistas que divulgará, em tempo oportuno, o valor e a quantidade de cotas que serão emitidas em sua 4ª emissão de cotas. 

Em complemento à divulgação de de fato relevante sobre a nova emissão de cotas do RBED11, foi apresentado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o pedido de registro da oferta pública de distribuição de cotas da 4ª emissão do Fundo.

Porém, a divulgação sobre o valor exato e o número de cotas a serem emitidas serão definidas no dia útil imediatamente anterior à data de publicação do anúncio de início da oferta. 

A decisão de adiar a definição do valor e do número de cotas foi tomada visando a melhor condição possível para os atuais cotistas do fundo e sucesso da oferta. 

A gestão do RBED11 explicou que neste formato será possível a realização de um estudo do valor da cota do fundo, durante o prazo de análise do pedido de registro da oferta pela CVM.

Nesse sentido, a Rio Bravo reforça que prezará pela manutenção do patamar atual de distribuição de rendimentos, sendo que, considerando o atual cenário, pretende definir o valor da cota da emissão com base no valor patrimonial. 

Os recursos captados no âmbito da 4ª Emissão serão prioritariamente destinados à conclusão da aquisição de ativos. 

Seu objetivo é  ampliar a diversificação geográfica e de inquilinos, além de aumentar o prazo médio dos contratos atípicos detidos pelo fundo, conforme demonstrado abaixo:

A gestora ressalta que manterá o mercado e os cotistas informados sobre qualquer alteração das condições da oferta. 

O FII Rio Bravo Renda Educacional é um fundo imobiliário do tipo tijolo focado no investimento de imóveis para o setor educacional. O fundo também possui títulos de renda fixa que complementam seu portfólio.