Em relatório mensal apresentado aos cotistas nesta segunda-feira (1º), a gestão do FII BTG Pactual Corporate Fund (BRCR11) comunicou o resumo do desempenho do fundo no mês de outubro. Também, o BTG Pactual divulgou nova locação de ativo do fundo, apresentando informações atualizadas sobre a vacância do BRCR11.

A gestão explicou que a rentabilidade total para o cotista no último mês foi negativa, considerando os rendimentos distribuídos e o valor da cota, foi negativa em 8,3%.

Desta forma, o fundo distribuiu R$0,46 por cota. O dividend yield anualizado de acordo com a última distribuição é de 8,5%. Veja os resultados abaixo: 

BRCR11

Nova locação e redução de vacância

A gestão divulgou a assinatura de um novo contrato de locação para 2 andares no edifício BFC. A gestora disse que seu trabalho foi decisivo para a rápida locação das lajes, levando a torre do empreendimento a atingir uma ocupação de 100%. 

Por outro lado, a vacância na região da Paulista fechou o terceiro trimestre do ano em mais de 15% para ativos de alta qualidade. 

Em relação à nova locação, o contrato terá vigência de 10 anos, se iniciando já no mês de novembro, logo não teremos nenhum intervalo entre a entrega do andar em aviso prévio e a ocupação pelo novo inquilino, não incorrendo assim em custos de carrego por vacância.

Na região do imóvel, o valor médio das locações é de R$ 118,40/m², sendo que o aluguel firmado possui valor superior. 

Em outubro, com o aumento da vacinação da população adulta de São Paulo e do Rio de Janeiro, houve um grande aumento do retorno aos escritórios. Prova disso é que mais de 50% dos colaboradores atuam na modalidade presencial, número crescente a cada semana. 

Os administradores prediais dos ativos do BRCR11 vêm coordenando junto às empresas ocupantes, o processo de retorno aos escritórios. A gestão garantiu que o processo de retomada já caminha para uma ocupação normalizada nos primeiros meses do próximo ano.

Confira abaixo o patamar de vacância do fundo em relação à receita de locação:

BRCR11

Os números do fechamento do terceiro trimestre nos mostram a recuperação da absorção líquida de São Paulo, que fechou positiva pela primeira vez no ano. Contribuíram para esta retomada as regiões da Faria Lima, Marginal Pinheiros e Paulista.  

Desta forma, a gestora disse que os ativos AAA/A localizados nas regiões valorizadas de São Paulo fecharam o trimestre com uma vacância um pouco superior a 25%, enquanto neste período a vacância do BRCR11 permaneceu em patamar inferior.

Conheça o BRCR11 

O BRCR11 é um fundo imobiliário do tipo tijolo, com o foco na compra de imóveis para locação, especialmente no mercado de escritórios comerciais de lajes corporativas. 

 O FII BTG Pactual Corporate Fund possui patrimônio líquido de R$2,87 bilhões e tem cerca de 131.383 cotistas.  

  Para quem deseja investir no BRCR11, o valor patrimonial de sua cota é de R$107,52, sendo sua taxa de administração de 0,25% a.a. sobre patrimônio líquido ou valor de mercado do fundo se o fundo fizer parte de índice de mercado (IFIX).