BRCR11 anuncia nova distribuição de rendimentos; confira o valor por cota

O fundo imobiliários BRCR11 anunciou novos pagamentos de dividendos para o mês de fevereiro. Veja os detalhes

BRCR11 anuncia nova distribuição de rendimentos; confira o valor por cota
BRCR11 reduz vacância após nova locação e paga R$ 11,987 milhões em dividendos. Foto: iStock

O fundo imobiliário BRCR11 anunciou nesta quarta-feira (7) que fará novos pagamentos de rendimentos aos acionistas no dia 16 de fevereiro de 2023, no valor de R$ 0,41 por cota.

Porém, somente irão receber os dividendos do BRCR11 os investidores que mantiveram suas posições do fundo até o final da sessão de hoje.

O valor dos rendimentos do BRCR11 manteve estabilidade desde setembro de 2023, apresentando uma queda de aproximadamente 8,89% na comparação com o mês de agosto, quando distribuiu R$ 0,45.

Com isso, o rendimento do fundo apresentou um dividend yield (DY) mensal de 0,6865% sobre a cotação base de R$ 59,72. Já na avaliação dos últimos 12 meses, os proventos do FII BRCR11 acumularam R$ 5,58 por cota, reproduzindo um dividend yield anual de cerca de 9,37%.

Em relação ao valor distribuído no mês de fevereiro do ano passado, houve uma queda de 12,77% nos dividendos do fundo. Na ocasião, o valor entregue aos acionistas foi R$ 0,47 por cota.

Conforme legislação aplicável aos FIIs, os proventos desse fundo são isentos de Imposto de Renda para pessoas físicas. A nova quantia se baseia nos ganhos auferidos em janeiro, que serão detalhados no próximo relatório gerencial do fundo.

Resultados do FII BRCR11

Em último relatório divulgado em janeiro de 2024, o Fundo Imobiliário BTG Pactual Corporate Office Fund registrou um FFO ajustado de R$ 8,934 milhões em novembro, correspondente a R$ 0,34 por cota. Os dividendos do fundo somaram R$ 10,922 milhões, equivalente a R$ 0,41 por cota.

A vacância financeira do portfólio até o final de novembro era de 15,4% sobre a receita de locação potencial e de 21,7% sobre o total de Área Bruta Locável (ABL) em metros quadrados, abaixo do mês anterior em razão do começo da vigência do novo locatário do Diamond Tower.

Por fim, a gestão do BRCR11 lembrou que, nos três meses seguintes, cerca de 25% do portfólio de contratos foi reajustado pela inflação. Neste período, 1,2% dos contratos vão estar em processos de renovação.

foto: Vanessa Loiola
Vanessa Loiola

Jornalista formada pela PUC-SP e pós-graduanda em jornalismo de dados, automação e data storytelling pelo Insper. Possui experiência na cobertura das editorias de economia, finanças, bolsa de valores, política, setor elétrico, eletromobilidade e entretenimento.

últimas notícias