A BTG Pactual Gestora de Recursos, administradora e gestora do FII BTG Pacual Agro Logística (BTAL11), comunicou na última quinta-feira (29) aos seus investidores, a assinatura de um aditivo ao contrato de compra e locação de imóvel pertencente ao fundo. 

De acordo com a gestora, o aditivo se refere ao contrato Built-to-Suit do imóvel Coruripe, Em Iturama, MG. As empresas envolvidas no negócio são: a Usina Coruripe Açúcar e Álcool S.A. e a GTW Agronegócios S/A (“GTW”). 

Abaixo, segue a imagem com mais informações sobre o imóvel adquirido:

BTAL11

Foram alteradas as seguintes condições contratuais: 

  • O novo valor do investimento no projeto passa a ser de R$ 99, 338 milhões ou seja, um aumento de mais de R$ 15 milhões em relação ao valor inicial. 
  • Definição de novo aluguel mensal, passando a ser de R$ 753.319,60. No contrato original, o valor era de R$ 633.494,60. 

Mesmo assim, a gestão do BTAL11 informou que o cap rate envolvido nesse incremento será o mesmo do investimento original, ou seja, 9,10%. Ou seja, será mantido o mesmo retorno sobre o investimento. 

A Gestora calcula um impacto mensal imediato, decorrente à compra do novo aditivo, em aproximadamente R$ 0,02 por cota, “implicando em um efeito total de R$ 0,13 por cota”. 

Por fim, a gestão reforçou que o BTAL11  mantém 100% de sua exposição de receita contratada em contratos atípicos. 

Conheça o BTAL11

O FII BTG Pacual Agro Logística (BTAL11) é um fundo do tipo tijolo com foco no segmento logístico e industrial ligado ao agronegócio. Porém, o fundo tem investido tanto em imóveis quanto em outros ativos como CRIs, LCIs entre outros.

Desta forma, o FII BTG Pactual Logística possui patrimônio líquido de R$600 milhões e tem aproximadamente 5.982.736 de cotas emitidas. Em março, o fundo distribuiu R$0,35 por cota. 

Para quem deseja investir no BTAL11, o valor patrimonial por cota é de R$100,02, sendo sua taxa de administração de 1,10%a.a. sobre patrimônio líquido ou valor de mercado do fundo se o fundo fizer parte de índice de mercado (IFIX).