O BTG Pactual Serviços Financeiros, administradora do FII Edifício Galeria (EDGA11), comunicou nesta quarta-feira (23) aos seus cotistas, a atual situação dos imóveis do fundo. Além disso, o BTG Pactual informou sobre a vacância do imóvel e prestou esclarecimentos aos cotistas. 

Por meio de seu relatório gerencial, a administradora reforçou estar analisando a situação coletiva e individual de cada empresa e buscando chegar a um bom termo com todos para que a ocupação do prédio retome a patamares mais elevados. 

O Fundo é proprietário de 100% do Edifício Galeria, localizado na Rua da Quitanda, nº 86, Centro, Rio de Janeiro/ RJ. O imóvel abriga 8 pavimentos de lajes corporativas, 5 lojas, 2 restaurantes com área de convivência, além de 1 mall localizado no térreo e subsolo. 

No final do mês de Março/2021, a taxa de ocupação do EDGA11 foi de 53,7%. Desta forma, a administração do fundo explicou aos cotistas a situação atual do seu imóvel.  

Explicação da administradora sobre a situação do fundo

Na sua visão, o “momento atual do mercado imobiliário do Rio de Janeiro é de baixa liquidez, principalmente por conta das consequências do COVID-19, o que tem gerado dificuldades na locação dos espaços vagos, ainda mais em meio às atuais restrições de circulação desde o mês de março”. 

Porém, foi concluída uma locação no mês de abril e a equipe que faz a gestão do EDGA11 promete estar se esforçando ao máximo para prospectar novos inquilinos. 

O fundo assinou contrato de locação pelo período de 05 anos com início de vigência em 01 de março de 2021 com a locatária Necton Investimentos. O contrato de locação conta com os termos comerciais em linha com o praticado no mercado imobiliário. Com a nova locação a vacância do fundo passa a ser 46,26%.

Diante disso, o fundo teve como resultado líquido no mês de março o equivalente a R$439.736. A distribuição foi de R$0,15 por cota:

EDGA11

Conheça o EDGA11

O FII Edifício Galeria tem como objetivo o investimento em empreendimentos imobiliários, por meio da aquisição de até 100% do empreendimento comercial denominado Galeria, edifício corporativo classe A.

O fundo em questão possui patrimônio líquido de R$299 milhões e tem aproximadamente 3.812.055 de cotas emitidas. 

Para quem deseja investir no EDGA11, o valor patrimonial da sua cota é de R$78,79, sendo sua taxa de administração de 0,20%a.a. sobre o total de Ativos (mínimo R$ 30.000,00 mensais corrigido pelo IGPM).