XPML11 e VISC11 concluem compras milionárias de shoppings; saiba os valores

O fundo imobiliário XPML11 concluiu uma compra milionária de dois shoppings. Veja os valores e outros detalhes dos ativos.

XPML11 e VISC11 concluem compras milionárias de shoppings; saiba os valores
XPML11 conclui compra milionária de dois shoppings. Foto: Pixabay

Os fundos imobiliários XPML11 e VISC11 concluíram aquisições de participações em shoppings, conforme divulgado nesta segunda-feira (15) e terça-feira (16).

O XPML11 concluiu a compra da fração ideal de 5,00% do Plaza Sul Shopping e de 35,00% do Shopping Estação. Essas participações eram detidas anteriormente pela Allos e por uma empresa do seu grupo econômico, respectivamente.

Depois da conclusão das transações, o FII XPML11 vai ser detentor de 35,00% do Shopping Estação e de 25,00% do Plaza Sul Shopping.

O preço total dessa transação é de R$ 186,256 milhões, sendo R$ 156,256 milhões pagos em razão da compra de 35,00% do Shopping Estação, enquanto R$ 15 milhões foram pagos a título de sinal de 50% do valor total fechado com a Allos para a aquisição de 5,00% do Plaza Sul Shopping.

O valor restante de R$ 15 milhões será pago em dezembro de 2024, cujo valor vai passar por uma correção de 100,0% do CDI durante o período que se inicia na data de assinatura do contrato de compra e venda.

A estimativa da gestora e da administradora para os próximos 12 meses é de que o impacto financeiro dessas transações em relação ao resultado operacional do fundo XPML11 será de aproximadamente R$ 17,288 milhões, equivalente a uma potencial distribuição anual de dividendos bruta de R$ 0,56 por cota, levando em conta o número atual de cotas do FII.

O fundo imobiliário VISC11 também concluiu a aquisição de outros 35% do Shopping Estação, pelo valor de R$ 156,3 milhões, equivalente a um cap rate de 10,3% para os próximos 12 meses.

A expectativa de receita operacional líquida (NOI) a ser obtida pelo ativo comprado pelo VISC11 nos próximos 12 meses é de aproximadamente R$ 46,0 milhões.

Como fica a carteira atual do XPML11?

A inauguração do Shopping Estação, por exemplo, aconteceu em 1997 em Curitiba/PR. O imóvel conta com mais de 100 lojas dentre os mais variados segmentos e também com uma Área Bruta Locável (ABL) de 27.663 m².

Confira como está diversificada a carteira do XP Malls, levando em conta a área bruta locável (ABL) detida pelo fundo.

Os pagamentos futuros de dividendos do XPML11 vão depender da performance operacional e financeira dos ativos imobiliários que o FII possui, assim como da geração de caixa dos investimentos realizados.

“Vale ressaltar que os valores mencionados acima são estimativas atuais da gestora e administradora, não sendo, em nenhuma hipótese, uma garantia de rentabilidade, observado ainda que o fundo poderá realizar uma retenção de até 5% do resultado operacional, distribuindo 95% do resultado semestral em base caixa, conforme previsto na regulamentação em vigor”, completa o comunicado do XPML11.

Tags
foto: João Vitor Jacintho
João Vitor Jacintho

Redator profissional, com atuação no mercado editorial na produção de notícias e conteúdos sobre o mercado de ações, criptomoedas, fundos imobiliários e economia popular. Graduando em Engenharia Química pela Unesp, também já trabalhei como consultor financeiro.

últimas notícias