A administradora de fundos Hedge Investments Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários, juntamente com a gestora Hedge Investments Real Estate Gestão de Recursos do fundo Hedge Brasil Shopping (HGBS11), comunicaram ao mercado nesta sexta-feira (26), que a partir desta segunda-feira (1) as regiões de regiões de Campinas e Grande São Paulo regrediram à fase laranja do Plano SP.

Com isso, alguns ativos que fazem parte do HGBS11 localizados nessas regiões estarão submetidos às novas regras estabelecidas pelo governo do estado de São Paulo, com o objetivo de conter os avanços da pandemia da Covid-19.

Os ativos do Hedge Brasil Shopping que estiverem inseridos sob essa os critérios de localidade na fase laranja terão o horário de funcionamento limitado a até 8 horas diárias a partir deste dia 1º de março de 2021.

São 12 ativos do HGBS11 que estão incluídos nessa limitação do estado de São Paulo:

  • Shopping Penha;
  • Shopping West Plaza;
  • Mooca Plaza Shopping;
  • Shopping Villa Lobos;
  • Santana Parque Shopping;
  • Shopping Jardim Sul;
  • Shopping Parque D. Pedro;
  • Tivoli Shopping;
  • São Bernardo Plaza Shopping;
  • Grand Plaza Shopping;
  • Shopping Praça da Moça;
  • Suzano Shopping.

Além disso, o governo do Rio Grande do Sul anunciou que o estado ficou sob os protocolos da bandeira preta desde o dia 27 de fevereiro e que vai durar até o dia 7 de março. Ou seja, o I Fashion Outlet Novo Hamburgo, outro ativo do HGBS11, estará com seu funcionamento apenas para os serviços essenciais durante esse período.

Do mesmo modo, outro ativo do Hedge Brasil Shopping, o Floripa Shopping em Santa Catarina, teve seu funcionamento restrito apenas aos serviços essenciais , considerando o período compreendido entre às 23h do dia 26 de fevereiro até às 6h do dia 1º de março.

Determinou-se porém a ampliação do período de limitações, começando novamente às 23h do dia 5 de março até às 6h do dia 8 de março de 2021. De antemão, é importante atualizar que os ativos do HGBS11, Via Parque Shopping e Shopping Goiabeiras, não tiveram quaisquer alterações no seu funcionamento.

O Hedge Brasil Shopping reitera que continuará com as medidas que forem necessárias para que todos estejam seguros, de modo a monitorar possíveis alterações nas diretrizes e regras vindas dos órgãos competentes e autoridades locais de saúde.

Saiba mais sobre o HGBS11

O Hedge Brasil Shopping é um Fundo de Investimento Imobiliário do segmento de shoppings. O objetivo do fundo é alcançar rendimentos e resultados através da aquisição e da exploração comercial de participações em shoppings centers.

Na lista dos critérios iniciais para a compra de participações em shopping centers do HGBS11 estão incluídos os que estão em operação, apresentando no mínimo 15 mil m² de Área Bruta Locável (ABL).

Além disso, é importante que esses shoppings estejam localizados em regiões com área de influência de pelo menos 500 mil habitantes. Eles precisam estar sendo gerenciados de forma ativa pelas empresas especializadas que os administram.

O HGBS11 iniciou suas atividades no ano de 2006 e realizou até o final de janeiro 8 emissões de cotas, segundo consta informações do próprio relatório mensal do mês de janeiro de 2021.

Alem disso, o mesmo relatório apontou que o Hedge Brasil Shopping acumulou um total de 80.366 cotistas em janeiro. Neste sentido, o fundo apresenta 10 milhões de cotas emitidas e valor de mercado de R$2,2 bilhões.

A carteira do HGBS11 estava distribuída da seguinte forma até o final de janeiro:

HGBS11 divulga ativos que estão sob limitações com a pandemia

Como resultado, o Hedge Brasil Shopping terminou o mês de janeiro com uma cota patrimonial de R$220,43. Ao passo que a cota patrimonial foi de R$216,34, servindo de base para o pagamento do dia 12 de fevereiro, referente ao rendimento do mês.

HGBS11 divulga ativos que estão sob limitações com a pandemia

Neste relatório do mês de janeiro, a gestora do Hedge Brasil Shopping enfatiza os desafios que viveu o setor de shopping na pandemia.

Principalmente no ano passado, quando o faturamento do mês de abril da categoria chegou a desabar 89%, devido ao lockdown.

Em suma, para o ano de 2021, a gestora do HGBS11 ressalta o condicionante da eficácia e a velocidade do processo de vacinação para que se tenha a retomada do faturamento de shoppings que se tinha antes da pandemia.