HGPO11: FII de lajes corporativas reporta lucro de R$ 32,1 milhões em 2023

HGPO11 projeta novos contratos, crescimento de receitas e retorno superior à inflação para acionistas ao longo de 2024.

HGPO11: FII de lajes corporativas reporta lucro de R$ 32,1 milhões em 2023
HGPO11 divulgou relatório - Foto: Pixabay

O fundo imobiliário CSHG Prime Offices (HGPO11) divulgou seu relatório gerencial de dezembro, apresentando um resultado de R$ 2.500.130 em dezembro, leve altair relação ao mês anterior, e um lucro consolidado de R$ 32.131.113 ao longo de 2023.

“Entendemos que o fundo teve um desempenho bastante positivo, comprovando a tese de resiliência e valorização inerente ao setor que está inserido, de edifícios boutique e que abrigam empresas de menor porte mas de alto valor agregado”, afirmou a gestora no relatório.

No texto, a gestão do fundo destaca o fato de ter conseguido antecipar a renovação do contrato de cinco andares do edifício Metropolitan, um de seus ativos, com o grupo Votorantim, seu principal locatário. O acordo vencia em julho de 2024, e foi fechado em cerca de R$ 300 por metro quadrado, com um período de carência.

HGPO11: mais detalhes sobre o fundo

Fundo de lajes corporativas com valor patrimonial estimado em R$ 541 milhões, o HGPO11 detém a propriedade de dois edifícios em São Paulo, o Metropolitan e o Platinum, com área bruta locável total de 12.736,03 metros quadrados e ocupação física de 96,58%.

Para 2024, o fundo imobiliário projeta manter o movimento de reajustes para os contratos com vencimento próximo, com a projeção de valor médio de R$ 320 por metro quadrado para as novas locações.

A gestão explica que, depois de reformas realizadas em 2021 e 2022, o fundo conseguiu explorar devidamente os resultados das obras, que modernizaram os espaços e reduziram problemas técnicos, o que reduziu as despesas operacionais. “A rotina de manutenção e limpeza nas áreas comuns associadas às boas práticas de conservação dos materiais,

luminárias e mobiliários novos instalados nos edifícios vem sendo implementada pela administração predial de maneira bastante satisfatória”, explicou o fundo

Projeção de dividendos

Na próxima segunda-feira, dia 15, o HGPO11 pagará dividendos de R$ 1,50 por cota, referentes ao mês de dezembro. mesmo valor pago desde setembro.

A gestão projeta que, com os novos contratos que pretende negociar ao longo de 2024, poderá retomar o pagamento no patamar de R$ 1,60 por cota, valor distribuído pelo fundo imobiliário de janeiro a agosto do ano passado. Ao todo, o FII distribuiu R$ 18,80, o que resultou num dividend yield de 6,36%.

foto: Fernando Cesarotti
Fernando Cesarotti
Editor

Jornalista.

últimas notícias