A gestão do fundo Kilima FIC de FII SUNO30 (KISU11) detalhou em seu Relatório Gerencial divulgado quarta-feira (10), a performance do fundo no mês de outubro. A gestora Kilima Gestão de Recursos explicou as mudanças em sua carteira após os novos ativos no índice Suno 30.

Em relação aos resultados de outubro, o KISU11 distribuirá o montante de R$0,06 por cota. Abaixo, é possível observar com detalhes, os resultados do fundo: 

KISU11

Novas alocações

A gestão disse que o fundo fechou o mês de outubro com 93,9% dos recursos alocados em FIIs. 

Foi feita a alocação dos novos papéis que passaram a compor o Suno 30, ao mesmo tempo, o KISU11 segue reduzindo a posição nos fundos que já não fazem mais parte do índice. O objetivo é evitar impactos relevantes que possam afetar os níveis de distribuição atuais. 

A gestora reforçou que o IFIX apresentou uma queda de -1,47% no último mês, com alta volatilidade, más perspectivas para o cenário fiscal do país e aumento dos juros futuros. 

Por outro lado, a pandemia tem se mostrado com índices mais baixos de números de casos de pessoas com covid-19 e menos mortes. Isso tem resultado em menor restrição ao comércio, beneficiando os setores de lajes corporativas e, shopping centers, que têm aumentado o nível de rendimento com o passar dos meses. 

Também, com o cenário atual de maior inflação, os FIIs de CRI seguem se destacando com maior retorno, proporcionando maior proteção ao patrimônio do fundo. No fechamento de outubro, a parcela da carteira do KISU11 alocada em FIIs desta classe é de cerca de 35%, comentou a gestora.

Confira abaixo o perfil dos FIIs da carteira do KISU:

KISU11

Para os próximos períodos, a gestão está confortável com os rendimentos que serão distribuídos, uma vez que a estratégia do fundo depende majoritariamente dos rendimentos recebidos dos FIIs investidos e não de ganhos de capital. 

Por fim, o fundo segue alocando nos fundos que passaram a compor o último rebalanceamento do índice Suno30, neste caso, o MCCI11 e DEVA11. 

Conheça o KISU11

O KISU11 é um FII (fundo de fundos) que tem por objetivo seguir a carteira teórica do índice de referência SUNO 30 FII. Fundado em outubro de 2020, sua primeira negociação na bolsa foi em janeiro (15) deste ano.

Na verdade, o Kilima FIC de FII possui patrimônio líquido de R$331 milhões e tem aproximadamente 46.313 cotistas. 

Para quem deseja investir no KISU11, o valor patrimonial de sua cota é de R$8,99, sendo sua taxa de administração de 0,60% ao ano.