O Fundo de Investimento Imobiliário Kinea Renda Imobiliária (KNRI11), administrado pela Intrag DTVM Ltda e gestado pela Kinea Investimentos, divulgou nesta quinta-feira (1) o seu relatório gerencial do mês de junho, no qual descreveu seus resultados e rendimentos mensais, assim como a atualização de seu portfólio.

A gestão informou sobre os resultados do mês. O valor de rendimentos distribuídos pelo fundo referente ao mês de junho, cujo pagamento ocorrerá no dia 14, será mantido em R$0,69 por cota

Movimentação do portfólio do fundo

No mês de junho, o KNRI11 realizou o investimento no desenvolvimento de um empreendimento corporativo, o Pinheiros 750. Trata-se de um edifício de alto padrão e com excelente localização na região de Pinheiros em São Paulo. 

O custo estimado de R$ 16.6005 /m², de acordo com a Kinea Investimentos, “se mostra inferior às transações de desenvolvimento corporativo na cidade, e muito competitivo quando comparado aos valores das aquisições recentes de imóveis prontos na região de influência do empreendimento”. A expectativa da gestão é que, futuramente, o ativo dê de retorno aproximadamente 9,50%a.a.

O projeto ainda não foi aprovado. A Kinea Investimentos destacou que “100% do capital aportado será remunerado até a estabilização do ativo sendo que parte dos recursos necessários são provenientes da venda dos CRI, com custo de 8,25% a.a., no montante total de até R$150 milhões”. 

A gestão também informou que, em junho, foi concluída a reavaliação anual da carteira de imóveis do KNRI11. A reavaliação apontou uma valorização, de 1,94%, no valor contábil dos ativos com a cota patrimonial passando a ser de R$ 158,68. 

Na avaliação da equipe gestora, apesar dos problemas decorrentes do cenário pandêmico, a “reavaliação reforça a qualidade e resiliência da carteira de imóveis que compõem o Fundo”. 

Na imagem abaixo, é possível analisar a diversificação do portfólio do fundo e a variedade dos seus inquilinos:

KNRI11

Nova locação e saída de locatários

Na parte comercial, o KNRI11 finalizou a locação de um módulo do imóvel Global Jundiaí para a Corelog. Por outro lado, houve desocupação do imóvel Jundiaí Industrial Parks, pela da Dafiti. 

No segmento corporativo, foi concluída a locação de um andar do Edifício Athenas para a empresa Spread. 

Com as desocupações recentes, houve um aumento da vacância física do KNRI11 para 11,33% (ante 5,49% no mês anterior). Obviamente, a vacância financeira também aumentou, sendo agora 13,38% (ante 10,17% no mês anterior). Observe no gráfico abaixo:

KNRI11

Conheça o KNRI11

O Kinea Renda Imobiliária é um fundo imobiliário do tipo híbrido. Seu objetivo é gerar renda de aluguel mensal através da locação de um portfólio diversificado de prédios corporativos e galpões logísticos.

Além disso, o fundo possui patrimônio líquido de R$3,833 bilhões e tem aproximadamente 237.071 cotistas. 

Para quem deseja investir no KNRI11, o valor patrimonial de sua cota é de R$158,68, sendo sua taxa de administração de 1,25%a.a. sobre patrimônio líquido.