A administradora de fundos Rio Bravo Investimentos DTVM Ltda. do fundo Rio Bravo Renda Varejo (RBVA11), anunciou aos cotistas e ao mercado nesta sexta-feira (30), através de fato relevante, a celebração de um contrato de locação de imóvel não residencial.

A empresa que celebrou esse contrato com o RBVA11 foi a CBJK Comércio de Alimentos LTDA, conhecida também como Coco Bambu. A locatária em questão vai ocupar a totalidade do imóvel que se localiza na Rua Haddock Lobo, 1.573, Jardins, São Paulo/SP.

O Coco Bambu é uma das maiores redes de restaurantes do Brasil. Ela foi fundada em 1990 na cidade de Fortaleza, no Ceará. A locatária do Rio Bravo Renda Varejo está presente em 16 estados e no Distrito Federal. A empresa conta hoje com cerca de 50 unidades, entre lojas de rua e shopping center.

Além disso, o próprio RBVA11 fala sobre a locatária, de modo que “os restaurantes são de altíssimo padrão, com um espaço amplo, decoração elegante, oferecendo um local sofisticado e uma experiência gastronômica de excelência aos seus clientes”. Com isso, o Coco Bambu abre sua primeira unidade presente na região do Jardins.

Mais informações sobre o contrato de locação

O contrato de locação realizado pelo RBVA11 é do tipo típico e tem um prazo total de 10 anos.  O contrato vence em abril de 2031. Além disso, vale destacar que esse contrato prevê pagamento do maior valor entre a locação mínima e a locação variável, conforme faturamento da unidade.

No acordo feito pelo Rio Bravo Renda Varejo com a locatária, o valor de locação mínimo terá aumento progressivo do 1º ao 5º ano de contrato. Outro ponto que o fundo explica é que “a cobrança variável com mínimo é um formato de cobrança tradicional do varejo, principalmente em shoppings centers. Há também o cálculo do aluguel mínimo à razão de 150% em todos os meses de dezembro durante a vigência do contrato”.

O RBVA11 diz que o contrato firmado com o Coco Bambu teve três objetivos principais:

  1. Rentabilizar o Imóvel em atuais condições que condizem com as práticas de mercado na região;
  2. Consolidar o plano de expansão da locatária Coco Bambu, que procura novas localidades para o período pós-pandemia;
  3. Consolidar a tese de varejo fundo. Nesse sentido, se tem o intuito de dedicar 20% do seu portfólio em localidades premium e que contam com bons locatários.

Detalhes sobre a nova locação do RBVA11

Vale salientar também que a locatária do Rio Bravo Renda Varejo (RBVA11) tem excelente histórico de crédito. Além disso, apresenta estrutura de capital robusta com zero alavancagem. O Coco Bambu  faturou em 2019 cerca de R$ 1 bilhão.

Sobre os detalhes dessa locação do RBVA11, o próprio fundo explica que “a locatária terá no local a operação da bandeira Coco Bambu, especializada em frutos do mar, e da nova bandeira Vasto, voltada para pratos de carnes. Ambas as operações dividirão a metragem do imóvel, que é verticalizado, com 4 andares, o que permite uma operação individualizada”.

O Rio Bravo Renda Varejo  adquiriu o imóvel em agosto de 2019 e possui localização estratégica em São Paulo pela proximidade com a Av. Paulista e Av. Rebouças. Além disso, está localizado a poucos metros da R. Oscar Freire, que é um dos principais endereços de comércio de rua, gastronomia e também de lazer do Brasil.

Além disso, o imóvel  do RBVA11 está em um endereço que é relevante para o varejo da cidade há vários anos. Esse eixo entre R. Oscar Freire e R. Haddock Lobo tem um grande fluxo de pessoas, ainda mais depois da inauguração do Cidade Jardim Shops, que fica localizado a poucos metros do imóvel. A área total construída é de 1.365 m².