A Rio Bravo, gestora do FII Rio Bravo Renda Varejo (RBVA11), comunicou ontem (18) aos seus investidores, sobre a importância do acordo firmado com o Banco Santander para maior previsibilidade e rentabilidade do fundo. Também, a gestão apresentou os resultados de fevereiro e fez um repasse geral sobre a situação dos seus imóveis .

Logo de início, a gestora Rio Bravo divulgou o resultado do mês de fevereiro (R$1,05 por cota) e o valor distribuído aos cotistas, que foi R$0,85 por cota.

Na verdade, os resultados e a distribuição já consideram resultado gerado pelo fundo após o acordo realizado com o Santander.

Observe na tabela abaixo os resultados do mês:

tabela rbva11

O acordo com o Banco Santander e suas consequências

Conforme divulgado em outras publicações, no ano passado o referido banco tentou por vias judiciais a redução dos aluguéis de suas 28 agências que pertencem ao Fundo Rio Bravo

Mesmo com muitas vitórias na justiça por parte do RBVA11, houve acordo entre as partes por meio de

  • Edição de novos contratos;
  • Redefinição nos valores dos aluguéis;
  • Extinção dos processos;

Desta forma, a gestão do RBVA11 demonstrou aos cotistas a importância do fechamento do acordo com o Santander. 

Para a Rio Bravo, o acordo foi importante por vários motivos, entre os quais:

  • Minimizar a vacância prevista para 2022/2023;
  • Prolongamento no contrato de 18 ativos locados para o banco;
  • Maior previsibilidade nos rendimentos do fundo e redução dos riscos;

Além disso, a gestora fez questão de reforçar que os contratos atípicos firmados entre as partes não foi desconsiderado.

Pelo contrário, o RBVA11 receberá todos os valores a que tem direito. Porém, o mais importante, de acordo com a gestão do fundo, é a permanência do locatário em 18 imóveis e com contrato atípico com vigência de 10 anos. 

“Os outros 10 devem ser desocupados, sendo 7 deles em dez/2022 e 3 em jul/2023, o que agrega em previsibilidade”, afirmou a Rio Bravo. 

Em outras palavras, mesmo com as sucessivas vitórias na justiça, havia 21 contratos próximos do vencimento. A insegurança quanto ao futuro foi determinante para o RBVA11 fechar um acordo com a locatária. 

No mais, a gestão do Rio Bravo Renda Varejo demonstrou com números, os resultados financeiros do novo acordo e quanto ele foi favorável para os cotistas. Observe na imagem abaixo:

tabela rbva11

Análise do momento econômico 

A gestão do RBVA11 também fez sua análise da conjuntura econômica atual. Na verdade, a Rio Bravo tem considerado o cenário presente como “preocupante em relação à evolução dos dados da pandemia do país”.

Com o aumento no número de mortos e o atraso no cronograma de vacinação, a expectativa econômica derruba qualquer otimismo.

No geral, o setor do varejo segue instável, com alguns setores em queda - veículos, construção, shoppings - e outros destaques positivos, tais como:

  • Móveis e eletrodomésticos;
  • Farmácia e saúde;
  • Supermercados;
  • Alimentos e artigos pessoais;

Todos esses dados apontam para uma nova visão que o RBVA11 tem seguido nos últimos anos: “a desconcentração da receita imobiliária das agências bancárias e pulverização entre os diversos segmentos varejistas”. 

Atualização dos imóveis do RBVA11

Mesmo com as pendências resolvidas com o Santander, o RBVA11 tem outras questões a resolver.

O fundo recebeu notificação formal da C&A, quanto ao interesse na rescisão antecipada do contrato de locação, no Rio de Janeiro. 

Porém, a locatária deverá sair do imóvel até o final de abril e a “multa é de 3 aluguéis proporcionais”. A gestão segue na busca por um novo inquilino.  

Além disso, o RBVA11 comunicou sobre as assinaturas de propostas para venda de 3 ativos, dois deles locados para Caixa e um deles locado para Santander. “A venda deverá gerar um ganho de capital de R$ 0,44/cota”, afirmou a gestora. 

Por fim, a Rio Bravo informou sobre a ex-locatária NOBU, que ainda deve aluguéis atrasados e por isso, o processo segue na justiça. 

Conheça o RBVA11

O RBVA11 é um fundo imobiliário do tipo tijolo com ênfase em imóveis locados para o segmento bancário, emboar esteja aos poucos mudando este perfil.

Em relação ao perfil do Fundo Rio Bravo Renda Varejo, o mesmo possui patrimônio líquido de R$1,35 bilhões e tem cerca de 11.588.199 cotas emitidas. 

Para quem deseja investir no RBVA11, o preço valor atual da sua cota é de R$106,76 (atualizado 18/03), sendo sua taxa de administração de 0,651%a.a. sobre patrimônio líquido ou valor de mercado do fundo se o fundo fizer parte de índice de mercado (IFIX).