O Fundo de Investimento Imobiliário REC Renda Imobiliária (RECT11), administrado pelo BRL Trust DTVM S/A, divulgou nesta terça-feira (8) o seu relatório gerencial do mês de maio, no qual descreveu seus resultados e rendimentos mensais.

O principal objetivo do REC Renda Imobiliária (RECT11) é alcançar receitas com investimento e gestão ativa em ativos imobiliários de uso comercial. O fundo afirma que continua trabalhando em novas locações. Ele tem uma taxa de administração de 0,17% ao ano e de consultoria 1,00% ao ano sobre o patrimônio líquido.

O RECT11 efetuou no dia 08 de junho de 2021 o pagamento de R$ 12.128.463 em passivos da aquisição a prazo do Edifício Canopus. O valor restante de R$ 12.120.419 vai ser pago em 4 parcelas iguais por trimestre. O valor das parcelas é atualizado pelo CDI e terão pagamento em setembro e dezembro de 2021 e também em março e junho de 2022.

Portfólio do REC Renda Imobiliária

Em maio, o RECT11 comprou o CRI com a estratégia de hedge dos passivos do fundo indexados ao índice inflacionário IPCA. Nesse sentido, uma das aquisições do fundo foi o CRI Realiza, de uma incorporadora de Minas Gerais, projetos residenciais acessíveis, no valor de quase R$ 55 milhões.

No portfólio do fundo, a participação por imóvel por Área Bruta Locável (ABL) se distribui da seguinte forma:

  • Canopus - 27%
  • Barra da Tijuca - 26%;
  • Evolution Corporate - 17%;
  • Parque Ana Costa - 10%;
  • Corporate Emiliano - 7%;
  • Parque Cidade - 6%;
  • Complexo Madeira - 5%;
  • Agaxt - 2%.

Além disso, a taxa de vacância do fundo chegou em 31,4% e a taxa de ocupação de 68,6%. Ao final de maio de 2021, os ativos que o fundo possui estão alocados em:

  • Imóveis - 87%;
  • CRI - 10%;
  • Renda Fixa (liquidez diária) - 2%;
  • Outros ativos - 1%.

Na classificação dos imóveis, o RECT11 tem 41% do tipo A. Do tipo AA tem 36% e 23% em AAA. No índice de reajuste dos contratos, 75% da receita de imóveis está no IGP-M e 25% no IPCA. A receita do fundo é de 84,7% em aluguel e 15,3% em RMG.

RECT11 anuncia resultados e rendimentos do mês de maio

Resultados e rendimentos do RECT11

A distribuição de rendimentos do RECT11 acumulado nos últimos 12 meses é de 8,46%, o que corresponde a 393% do CDI. O fundo distribuiu no período de maio de 2019 até maio de 2021 cerca de 19,2% sobre a cota de R$ 100.

No dia 15 de junho de 2021, o REC Renda Imobiliária vai distribuir cerca de R$ 4,9 milhões. Esse montante equivale a um rendimento de R$ 0,60 por cota. O número de cotas é de 8.179.347, enquanto o número de cotistas é de 73.544.

O patrimônio líquido do RECT11 no final do mês de maio de 2021 foi de R$ 761,09 milhões. As receitas de aluguel do fundo no período foi de quase R$ 4,86 milhões. O resultado de propriedades é de R$ 2,01 milhões. As cotas do fundo começou a ser iniciada em 29 de abril de 2019, com o preço de abertura de R$ 100,00. No final de maio, a cota fechou em R$ 80,64.