O fundo imobiliário RECT11 comunicou aos cotistas e ao mercado em geral que celebrou um novo  de imóvel não-residencial com o Instituto de Tecnologia e Inovação para a Transação Energética.

O RECT11 explica que essa empresa é uma associação fundada pela Enel Brasil. O contrato tem como objeto a locação de uma sala no 8º andar do Centro Empresarial Parque da Cidade, localizado em Brasília-DF.

O prazo do contrato de locação é de 60 meses e tem vigência desde 1º de agosto de 2022, com área alugada correspondente a 465,28 metros quadrados.

Depois dessa locação, a totalidade das unidades de propriedade do FII RECT11 no Centro Empresarial Parque da Cidade vai estar ocupada. Como isso, a taxa de vacância do portfólio do REC Renda Imobiliária será de 10,09%.

O fechamento do contrato não vai trazer impactos imediatos na distribuição de dividendos do RECT11. A administradora do FII ainda destaca que “a equipe da REC Gestão de Recursos S.A continua empenhada no esforço de locação das demais áreas vagas do portfólio do fundo”.

Saiba mais sobre o RECT11

O principal objetivo do RECT11 é alcançar receitas por meio do investimento e gestão ativa em ativos imobiliários de uso comercial. Até o final de junho, o fundo imobiliário acumulava um patrimônio líquido de R$ 787,46 milhões, enquanto o valor de mercado era de R$  469,49 milhões.

O fundo imobiliário tem uma taxa de administração de 0,17% ao ano, enquanto a taxa de consultoria é de 1,00% ao ano sobre o patrimônio líquido. O FII tem 8.179.347 de cotas e até o final de junho tinha 78.585 cotistas.

O fundo RECT11 vem conseguindo manter o patamar de distribuição de seus proventos nos últimos meses. O FII pagou cinco meses seguidos de dividendos no valor de R$ 0,5018 por cota, que diminuiu 3,87% em relação ao mês de fevereiro.

Apesar disso, é possível notar uma redução no pagamento de rendimentos do RECT11 no ano de 2022, em relação ao ano passado. A média dos proventos neste ano é de R$ 0,51 por cota até o momento, enquanto no ano de 2021 era de R$ 0,65, considerando o mesmo período de comparação, o que representa uma diminuição de mais de 21%.