A administradora de fundos BRL Trust DTVM S.A., juntamente com a gestora Tellus Investimentos e Consultoria Ltda. do fundo Tellus Properties (TEPP11), comunicaram ao mercado e aos cotistas nesta terça-feira (22) a conclusão da aquisição de conjuntos do condomínio São Luiz.

A primeira parte da conclusão de aquisição do fundo Tellus Properties foi do conjunto 62, localizado no 6º andar ou 9º pavimento, do bloco 2 do Condomínio São Luiz e das vagas de garagem 156 a 173, que estão localizadas no 2º subsolo e todas do 4º Registro de Imóveis de São Paulo – SP.

Além disso, também houve a aquisição por parte do Tellus Properties do conjunto 72, localizado no 7º andar ou 10º pavimento, do bloco 2 do condomínio São Luiz, assim como das vagas de garagem 174 a 191, que estão localizadas no 2º subsolo e todas do 4º Registro de Imóveis de São Paulo – SP.

O preço de aquisição dos imóveis do TEPP11 atingiu R$26,5 milhões, sendo que deste valor, aproximadamente R$8,83 milhões foram pagos pelo fundo à vista, e o valor remanescente será pago de maneira parcelada, através de uma operação de securitização.

Importante dizer que ainda é necessária a adoção de determinados procedimentos para a conclusão da transferência dos referidos imóveis ao Tellus Properties, desse modo, o próprio fundo afirma que não é possível estimar o impacto nos rendimentos decorrentes das cotas. 

Saiba mais sobre o TEPP11

O TEPP11 iniciou suas negociações na B3 no dia 26 de setembro de 2019 e é um Fundo de Investimento Imobiliário (FII) de gestão ativa no segmento de escritórios. O Tellus Properties iniciou o mês de fevereiro encerrando a oferta da 3ª emissão de cotas, cujo valor base é de R$50 milhões, sendo que o fundo captou R$53,293 milhões. 

Em seu último relatório gerencial, o TEPP11 divulgou seus resultados e rendimentos do mês de fevereiro. O fundo teve alta de 5% no número de cotistas durante o mês e afirmou ter optado por um caminho mais conservador em relação à distribuição de dividendos no mês, mesmo com o crescimento do fundo e as novas aquisições

O TEPP11 terminou o mês de fevereiro com uma distribuição mensal de R$0,45 por cota. Com isso,  alcançou um dividend yield de 6,1% ao ano, correspondente a 378% do CDI líquido. Através disso, o Tellus Properties projeta uma distribuição de R$0,42 a R$0,52 por cota nos próximos meses. 

TEPP11 conclui a aquisição de conjuntos no condomínio São Luiz

Até o final de fevereiro, o Tellus Properties teve um total de receitas no valor de R$2,761 milhões. As despesas do fundo totalizaram R$327 mil, o que gerou um resultado de R$2,433 milhões no mesmo período. A distribuição de dividendos alcançou R$1,9 milhão, equivalente a R$0,45 por cota.

O valor de mercado do TEPP11 em fevereiro atingiu aproximadamente R$373,4 milhões. A quantidade de cotas é de 4,22 milhões, resultando em um valor de mercado da cota de R$88,44. A cota patrimonial do fundo foi R$94,91 e o número de cotistas chegou à marca de 7.437.