O Tordesilhas EI FII (TORD11) divulgou relatório gerencial referente a maio, para comunicar aos cotistas os seus resultados. Por meio de sua gestora R Capital Asset, o fundo explicou que possui caixa para distribuição no próximo mês. 

Os dividendos do TORD11 neste mês foram de R$ 0,07 por cota, representando um dividend yield de 0,5% sobre a cota patrimonial, encerrada a R$14,27. O fundo demonstrou nova redução nos dividendos. No mês anterior, os rendimentos foram de R$0,12. 

Com o intuito de melhorar o retorno do fundo no curto prazo por meio de investimento em CRIs, no mês de abril a equipe de gestão optou pelo reinvestimento do caixa gerado na venda do SRVD11. 

Assim, a distribuição da reserva de lucro caixa acumulada do fundo será distribuída no mês de julho, cumprindo a legislação que obriga os FII a distribuir a seus cotistas, no mínimo, 95% dos lucros do semestre. 

Operações do mês

No mês, todos ativos pagaram as obrigações conforme previsto. Como complemento, o fundo fez as seguintes operações: 

  • venda parcial do CRI Eco Resort Sub
  • venda do CRI GPK Sr.; 
  • desinvestimento de 1.179 cotas do DVFF11 ao preço médio de R$70,0 
  • aportes em equities em carteira. 

A gestora também explicou que, em relação aos equities, houve uma variação positiva no valor de marcação dos ativos. O resultado foi maior principalmente pela melhora nos resultados apresentados pelos empreendimentos ao longo de 2021. 

Por fim, a gestora explicou sobre a  revisão anual referente a avaliação de valor justo do FII Serra Verde, que está na carteira do TORD11. A gestora disse que a avaliação resultou no aumento de 1,36% do valor marcado anteriormente, isto porque os projetos performaram melhor do que o estudo realizado um ano atrás. 

Importante ressaltar que este valor é calculado através de consultoria independente e composto pelo valor presente do fluxo de caixa previsto para cada projeto.

Conheça o TORD11

O objetivo do Tordesilhas EI FII é proporcionar aos cotistas a valorização e a rentabilidade de suas cotas no longo prazo, por meio de investimentos em ativos imobiliários - crédito privado, cotas de FIIs, ativos de renda fixa - auferindo rendimentos e ganhos de capital.

O fundo possui patrimônio líquido de R$500 milhões e tem cerca de 100.127 cotistas. 

Para quem deseja investir no TORD11, o valor patrimonial de sua cota é de R$14,26, sendo sua taxa de administração entre 0,95 e 1,50%a.a. sobre patrimônio líquido ou valor de mercado do fundo se o fundo fizer parte de índice de mercado (IFIX).