A gestão do Valora Cri Índice de Preço FII (VGIP11) detalhou em seu Relatório Gerencial divulgado na quarta-feira (19) passada, o desempenho do fundo no mês de dezembro de 2021. A Valora Investimentos também que seus resultados foram positivos, mas houve queda no valor patrimonial da cota do fundo. 

Referente ao mês de dezembro de 2021, o fundo distribuiu o valor de R$1,65 por cota, equivalente a uma rentabilidade líquida de IPCA + 4,9% ao ano e IPCA de outubro de 2021 de 1,25%. Veja abaixo:

VGIP11

A gestora disse que nos últimos 12 meses, a distribuição de rendimentos acumulada do VGIP11 foi de R$13,94 por cota (equivalente a 15,60% ao ano ou IPCA + 4,4% ao ano com base no valor da cota patrimonial). 

Os recibos referentes aos direitos de preferência (VGIP13) receberão R$0,41 por recibo. Já os recibos referentes a liquidação das sobras e montante adicional (VGIP15) receberão R$0,25 por recibo, e os recibos referentes à oferta (VGIP14) receberão R$0,07 por recibo. 

Investimentos do mês

A gestora afirmou que o fundo fechou o mês de dezembro de 2021 com 90% de seu patrimônio líquido alocado em CRI, distribuídos em 41 diferentes operações, num total investido de R$893,2 milhões. O restante dos recursos estavam investidos em caixa. 

Ainda no mês passado, o VGIP11 investiu um total de R$29,2 milhões em CRI distribuídos em 5 diferentes operações, sendo 2 já existentes na carteira. Segue abaixo as operações do fundo: 

  • R$12,4 milhões no CRI Tecnisa 397S com cupom de IPCA + 7,0% ao ano 
  • R$2,4 milhões no CRI Mabu 204S com cupom de IPCA + 9,75% ao ano 
  • R$4,9 milhões no CRI Gafisa 306S com cupom de CDI + 4,5% ao ano
  • R$4,5 milhões no CRI RV Ipiranga com cupom de CDI + 6,0% ao ano 

Além disso, ao longo de dezembro o fundo recebeu amortizações dos CRI, recebendo valor total de R$12,3 milhões. Como complemento, o VGIP11 também realizou vendas de CRI, recebendo um total de R$2,8 milhões. Confira abaixo o perfil dos ativos do fundo:

VGIP11

Mudança no valor da cota patrimonial

Durante o mês de dezembro, a gestora confirmou que a cota patrimonial do VGIP11 sofreu uma variação negativa de R$1,17 por cota, passando para R$96,10 por cota. 

O fundo explicou que com o ajuste de marcação a mercado da carteira de CRI juntamente com a integralização das novas cotas da 6ª Emissão do fundo feita com base na cota patrimonial de agosto de 2021, desvalorizou sua cota patrimonial. 

Porém, em relação à qualidade creditícia da carteira do fundo, todos os CRI encontram-se adimplentes. E a gestora garante estar em acompanhamento intenso e próximo de todos os ativos. 

Conheça o VGIP11

O Valora Cri Índice de Preço FII é um fundo imobiliário do tipo papel . O foco de seus investimentos está em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), conforme critérios definidos na política de investimento do fundo.

Desta forma, o fundo em questão possui patrimônio líquido de R$893 milhões e tem aproximadamente 9.294.239 de cotas emitidas.

Para quem deseja investir no VGIP11, o valor patrimonial de sua cota é de R$96,10, sendo sua taxa de administração de 1,00%a.a. sobre patrimônio líquido ou valor de mercado do fundo se o fundo fizer parte de índice de mercado (IFIX).