O Fundo de Investimento Imobiliário Valora RE III (VGIR11), administrado pela BTG Pactual Serviços Financeiros S.A. DTVM, divulgou nesta terça-feira (19) o seu relatório gerencial do mês de outubro, em que descreveu seu resultado e rendimento mensal.

O objetivo do VGIR11 é investir principalmente em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), conforme estão colocados nos critérios de elegibilidade da política de investimento do fundo de forma pré-definida.

O fundo disse que em outubro e com a totalidade de seu patrimônio líquido alocado em CRI, o VGIR11 teve 39 diferentes operações, totalizando um investimento de R$ 479,1 milhões. Os outros recursos foram investidos em instrumentos de caixa.

O VGIR11 diz que o “time de gestão continua com o trabalho de gestão ativa, sempre buscando a melhoria da relação risco e retorno da carteira, com foco na geração de valor adicionado aos cotistas, através do processo de reciclagem contínua da carteira”.

Todos os CRI do VGIR11 estão adimplentes nesse momento, com base nos “trabalhos de monitoramento e acompanhamento intensos e próximos de todos os ativos”. A gestão do fundo afirma que a carteira do fundo continua saudável.

Portfólio do Valora RE III

Conforme apontado em relatório, o VGIR11 terminou outubro de 2021 com 100% de seu patrimônio líquido alocado em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI). Na alocação por indexador, o fundo possui 82,2% em CDI, enquanto os outros 17,8% estão no índice IPCA.

Do mesmo modo que a alocação por tipo de emissão se dá por 93,8% no ICVM 476 e 6,2% no ICVM 400. Já na distribuição da carteira por segmento, isso se dá da seguinte forma:

  • Residencial - 89,9%;

  • Shopping - 6,0%;

  • Pulverizado - 1,7%;

  • BTS - 2,1%.

VGIR11 anuncia resultados e rendimentos do mês de outubro

Em outubro se adquiriu cerca de R$ 51,3 milhões em CRI, que foram distribuídos em 8 diferentes operações, em 5 destas já eram existentes na carteira. De forma adicional, se investiu nos seguintes CRIs:

  • R$ 5 milhões no HM Engenharia 365S;

  • R$ 9 milhões no Iperoig;

  • R$ 6 milhões no MLG Brooklin;

  • R$ 3,6 milhões no You 38-1S.

Se investiu também R$10 milhões no CRI GTLG, cerca de R$4,6 milhões no CRI Ditolvo 287S e R$ 8 milhões no CRI Mabu 204S. De forma simultânea, se quitou os CRI Ditolvo 169S e CRI Gafisa 111S.

Resultados e rendimentos do VGIR11

A distribuição de rendimentos do VGIR11 referente ao mês de outubro terá o valor de R$ 0,68 por cota. Isso corresponde a uma rentabilidade líquida de CDI + 2,72% ao ano. Esse número decorre com base no valor da cota patrimonial, que foi de R$ 97,13.

No ano de 2021, o Valora RE III acumulou uma distribuição de rendimentos no valor total de R$ 5,68. Isso corresponde a uma rentabilidade líquida de CDI + 3,53% ao ano em relação à cota patrimonial. Do mesmo modo que o fundo terminou setembro com 26.260 cotistas.

Enquanto isso, o volume médio de negociação diária em outubro foi de R$ 890 mil. Ademais, a receita do fundo no mês atingiu os R$ 3,48 milhões e as despesas no montante de mais de R$ 953 mil. Assim, o resultado do VGIR11 no período foi de quase R$ 3,03 milhões.