Taxa de Vacância – Fique Atento a Este Indicador

Se o investidor esta pensando em investir em fundos imobiliários, é possível que já tenha se deparado com o termo taxa de vacância.

Diante disso, a taxa de vacância é uma variável muito importante ao se analisar um Fundo de Investimento Imobiliário (FII).

Nesse sentido, a taxa de vacância no mercado imobiliário é a medida do espaço não locado em um empreendimento, ou seja, a relação entre as áreas disponíveis e a área total de um imóvel ou de um conjunto deles.

Um exemplo: Suponhamos que o investidor tenha participação em um FII com imóveis destinados a salas comerciais.

Deste modo, o fundo possui 80% de seus imóveis ocupados. Portanto, com base nos 20% que não estão alocados, definimos a vacância deste investimento.

Taxa de vacância – Qual a sua influência nos investimentos?

Taxa de vacancia

A taxa de vacância deve ser muito bem considerada quando falamos em investimentos imobiliários.

Ainda assim, devemos destacar a variação da economia aonde estão localizados esses empreendimentos.

Neste contexto, em uma economia aquecida, a procura por imóveis e investimentos se torna maior, contribuindo para que a taxa de vacância seja reduzida.

Com isso, as taxas de ocupação dos empreendimentos tendem a aumentar, podendo haver até uma competição por espaços de qualidade.

Nesse caso, isso beneficia o desempenho dos fundos imobiliários, pois, mais locatários significam maiores receitas com aluguéis.

Através disto, consequentemente os rendimentos ficam maiores para os cotistas, podendo haver um desejo maior para esse tipo de investimento.

Por outro lado, podemos citar uma economia desacelerada, aonde o índice de inadimplência aumenta e a procura diminui, aumentando a vacância.

Sendo assim, os negócios reduzem de tamanho, as receitas de aluguel diminuem, assim como os rendimentos pagos FII que investem nesses imóveis.

Entretanto, com rendimentos menores, os preços das cotas tendem a cair.

Com base nisso, a rentabilidade dos fundos imobiliários é dada pela relação entre os rendimentos e o preço das cotas, e para que ela se mantenha atrativa, as cotas precisam se desvalorizar.

Taxa de vacância x Economia

Taxa de vacancia

Quando no mercado as taxas de vacância estão caindo e a perspectiva para o crescimento econômico ainda é evolutiva, tem-se um bom negócio.

As empresas de construção ganham incentivos do governo para construir novos empreendimentos, isso pelo fato de existir uma demanda para novos espaços.

Portanto, assim que esses imóveis forem entregues, as taxas de vacância tenderão a aumentar novamente.

Porém, isso não é necessariamente ruim. Apenas significa que o mercado está mais bem servido de imóveis de qualidade.

Mas, diante do tempo para que essas construções estejam feitas, pode haver uma mudança no cenário econômico.

Pode ser que, na época do lançamento, a economia estivesse aquecida e as taxas de vacância muito baixas, mas que na época da entrega, a economia esteja em recessão.

Entretanto, com a chegada dos empreendimentos ao mercado, a vacância irá aumentar, uma vez que a demanda por novos espaços estará fraca.

Com isso, os locatários poderão negociar aluguéis mais favoráveis para si, pois terão mais opções para escolher.

Considerações

Em síntese, a taxa de vacância é um indicador no qual estabelece uma informação com grande relevância no mercado de investimentos imobiliários.

Por isso, o investidor deve se atentar a esse informativo que terá uma forte intervenção em suas aplicações.

Compartilhe a sua opinião abaixo:

Você também pode gostar...