Cotas de fundos imobiliários – Entenda como investir em Fiis

Você já ouviu falar sobre o investimento em cotas de fundos imobiliários?

Através das cotas dos fundos imobiliários você pode ser dono de parte de grandes empreendimentos imobiliários como hotéis e shoppings, por exemplo.

As cotas dos fundos imobiliários representam frações ideais de seu patrimônio. Elas devem ser nominativas e escriturais (não há certificado, apenas um registro eletrônico em nome do investidor) e, em geral, conferem direitos e deveres iguais a todos os seus titulares (cotistas).

Assim, ao investir em um FII, o investidor se torna cotista, ou seja, dono de parte dos ativos do FII na proporção de seu investimento.

O cotista, no entanto, não pode exercer qualquer direito real sobre os imóveis e empreendimentos integrantes do patrimônio do fundo.

Por outro lado, também não responde pessoalmente por qualquer obrigação legal ou contratual do administrador ou relativa aos empreendimentos integrantes do seu patrimônio.

Basicamente, é como se você fosse dono de um bem, recebe seus aluguéis sem a preocupação de pagar impostos, cobrar inquilinos e fazer manutenções, por exemplo.

O que são fundos de investimento imobiliário

cotas de fundos imobiliários

Fundos Imobiliários (FII) são fundos de investimento destinados à aplicação em empreendimentos imobiliários.

Eles são formados por grupos de investidores com o objetivo comum de aplicar recursos em todo o tipo de investimento de base imobiliária.

É importante destacar que os FIIs são constituídos por cotas acessíveis a qualquer investidor que tenha cadastro em uma corretora de valores.

Essas cotas são parte de um capital investido em ativos imobiliários, e são negociadas no livre mercado da bolsa de valores.

Então, cada indivíduo que comprar cotas de um fundo imobiliário, detém o direito de receber parte do rendimento desse fundo, proporcionalmente ao número de cotas que possuir.

Os ativos que podem compor o portfólio dos FIIs são:

  • Aquisição de direitos reais sobre bens imóveis
  • Investimento em títulos relacionados ao mercado imobiliário, como:
  • Letras de crédito imobiliário (LCI)
  • Letras hipotecárias (LH)
  • Cotas de outros FII
  • Certificados de potencial adicional de construção (CEPAC)
  • Certificados de recebíveis imobiliários (CRI)
  • Outros previstos na regulamentação

Os FIIs foram criados pela Lei nº 8.668/93 e são regulamentados pela Instrução CVM nº 472/08.

O seu funcionamento e a oferta pública de cotas de sua emissão dependem de prévio registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Como comprar cotas de FIIs

cotas de fundos imobiliários

A forma de investir em fundos imobiliários é bem parecida com a compra de ações de empresas listadas em bolsa.

Em linhas gerais, é possível comprar e vender cotas através do Home Broker de sua corretora.

Contudo, as cotas dos fundos imobiliários também podem ser adquiridas através das chamadas ofertas públicas.

Essas ofertas são anunciadas pelos órgãos competentes, onde é feita a emissão inicial das cotas, por um valor pré-determinado pela administração do fundo.

Cotas de fundos imobiliários – Considerações

Definitivamente, os FIIs são uma excelente opção para o investidor que deseja diversificar sua carteira de investimentos.

Pois, por se tratar de bons ativos, eles são recomendados para a maioria dos investidores devido possuírem uma ótima relação risco x retorno.

Por fim, esperamos que esse artigo tenha esclarecido suas dúvidas sobre o que são cotas de fundos de imobiliários, e com isso, tenha despertado o interesse em conhecer cada vez mais essa modalidade de investimento que mais cresce no Brasil.

Rafael Campagnaro
Rafael Campagnaro Head de Conteúdo

Engenheiro por formação, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado financeiro no FIIs.com.br desde que iniciou no universo das finanças.

Comentários