FIIs - Como investir em imóveis com pouco dinheiro

Investir em imóveis no Brasil é uma prática adotada por muitos investidores. Além da casa própria, as pessoas compram ou constroem imóveis a fim de obter uma renda residual mensal.

A classe de ativos imobiliários é, sem dúvida, a mais querida dos brasileiros. Contudo, existem outras formas de se investir em imóveis além da compra de imóveis físicos.

Investir em imóveis se traduz em uma das formas mais tradicionais de investimentos realizadas pelos brasileiros, e consiste basicamente no investimento financeiro em ativos atrelados ao mercado imobiliário, normalmente para fins de rentabilidades provenientes dos alugueis desses imóveis, assim como também na suas respectivas vendas após um cenário de valorização dos mesmos.

Nesse artigo iremos abordar e trazer um comparativo completo sobre duas relevantes formas de investimento imobiliário: investir em imóveis vs. comprar fundos imobiliários.

Bons estudos!

A relação do brasileiro com o mercado imobiliário

investir imoveis

É um fato histórico que a maioria dos brasileiros ou investe ou conhece alguém que investe em imóveis para alugar.

Afinal de contas, esse é um modelo de investimento que possui um bom histórico de rendimentos.

Além do ganho com o aluguel, temos ainda o aumento do patrimônio através da valorização do ativo, que, no caso, é o imóvel em si.

Entretanto, a maioria das pessoas tem certeza que a única forma de lucrar com esse tipo de investimento é:

  1. Juntar um bom dinheiro
  2. Comprar um imóvel
  3. Alugar o imóvel
  4. Receber o aluguel mensal

Essas pessoas nem imaginam que existe outra forma de lucrar com o mercado imobiliário, sem ter que comprar nenhum imóvel. Ou quase isso.

Gostaria de apresentar a essas pessoas, o fantástico mundo dos Fundos de Investimento Imobiliário, ou simplesmente FIIs.

4 coisas que você precisa saber antes de se investir em FIIs

  • O que são Fundos Imobiliários
  • Quais os tipos de fundos imobiliários
  • Como funcionam os Fundos Imobiliários
  • Como comprar cotas de Fundos Imobiliários

Veja abaixo uma pequena explanação sobre cada um desses itens.

O que são Fundos Imobiliários

Fundos de investimento Imobiliário são condomínios fechados de investidores que reúnem seu dinheiro em um local específico.

Esse dinheiro é utilizado para comprar ativos do mercado imobiliário que geram renda mensal.

Essa renda é distribuída igualitariamente entre os cotistas de acordo com a quantidade de cotas que cada um possui.

Quais os tipos de Fundos Imobiliários

Basicamente, existem 4 tipos de fundos imobiliários. São eles:

  1. Fundos de Tijolo
  2. Fundos de Papel
  3. Fundos de Fundos (FOFs)
  4. Fundos Híbridos

Como funcionam os Fundos Imobiliários

Investir imoveis

Os FIIs são constituídos por cotas. Tais cotas são acessíveis a qualquer investidor que tenha cadastro em uma corretora de valores.

Elas representam a fração do patrimônio do fundo, investido em ativos imobiliários. Por fim, são negociadas no livre mercado da bolsa de valores.

Como comprar cotas de Fundos Imobiliários

A forma de investir em fundos imobiliários é bem parecida com a compra de ações de empresas listadas em bolsa.

Em linhas gerais, é possível comprar e vender cotas através do Home Broker de sua corretora de valores.

Considerações

Na nossa visão, é melhor investir em Fundos Imobiliários por vários motivos, mas o principal deles é a liquidez.

Há uma diferença significativa entre comprar cotas de Fundos Imobiliários e investir em imóveis, onde fica claro que ao investir em imóveis físicos, você fica engessado naquele patrimônio e não consegue se desfazer dele com facilidade.

Rafael Campagnaro
Rafael Campagnaro Head de Conteúdo

Engenheiro por formação, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado financeiro no FIIs.com.br desde que iniciou no universo das finanças.

Comentários