O fundo imobiliário BB Progressivo II (BBPO11) divulgou o seu relatório gerencial do mês de junho, divulgando o seu resultado e rendimento mensal, assim o andamento das tratativas com o banco do Brasil sobre renovação de contratos.

O resultado do fundo imobiliário BBPO11 no mês de junho foi de quase R$ 14,43 milhões, equivalente a R$ 0,91 por cota. Desse total, o FII distribuiu aos seus cotistas um montante de R$ 14,17 milhões, ou seja, R$ 0,89 por cota.

Esse dividendo do BBPO11 corresponde a 98% do resultado obtido no mês. Esse mesmo percentual representa a proporção da distribuição de rendimentos em relação à soma dos resultados do primeiro semestre de 2022.

O pagamento do rendimento do BBPO11 ocorreu ainda ontem (14), aos detentores das cotas do fundo até o final do pregão do dia 30 de junho. O fundo BB Progressivo II vem mantendo uma distribuição de proventos estável, já que é o 6º mês seguido que seu dividendo é de R$ 0,89 por cota.

Além disso, o FII vem conseguindo manter o seu resultado por cota na faixa de R$ 0,90 e R$ 0,92 desde outubro de 2021, o que está em linha com a recorrência no valor distribuído de seus dividendos.

Saiba mais sobre o fundo BBPO11

As receitas do fundo BBPO11 em junho foram de quase R$ 15,57 milhões, enquanto as despesas foram de R$ 1,14 milhão. Nos últimos 12 meses, a soma de resultados do FII é de R$ 176,54 milhões, uma média mensal de R$ 14,71 milhões.

A cota de mercado do BB Progressivo II fechou o mês em R$ 80,25, representando uma variação de -4,18% frente ao mês anterior. Já o P/VP atual está em 0,80. Segundo o FII BBPO11, isso indica que a “cota de mercado está 20% abaixo do valor patrimonial do fundo”.

O fundo terminou o mês com 68.851 cotistas, tendo um aumento de 1,42% em relação ao mês anterior e um crescimento de 4,81% nos últimos 12 meses. O volume negociado no mercado secundário no mês foi de R$27,2 milhões, variando -11,51% com relação ao mês anterior e caindo 40,87% comparado ao mesmo período no ano anterior.

O dividend yield anualizado do BBPO11 está em 13,31% ao ano, trazendo um spread sobre o IMA-B 5+ de 7,33%, que é 161 bps acima da média vista nos últimos 3 anos de 5,72%.