BROF11 sobe mais de 2,5%; IFIX fecha em segunda queda consecutiva

FII BROF11 registrou valorização, mas mantém forte deságio na cotação, assim como o XPPR11, mais uma vez líder entre as altas do dia.

BROF11 sobe mais de 2,5%; IFIX fecha em segunda queda consecutiva
Mercado tem FIIs em alta, mas ainda com deságio - Foto: iStock

O FII BRPR Corporate Offices (BROF11) figurou entre as principais altas desta quinta-feira (22) no pregão de fundos imobiliários da B3, com valorização de 2,59% e fechamento a R$ 59,50 no valor unitário.

O fundo BROF11, que anunciou nesta semana dividendos no valor de R$ 0,54 por cota. acumula valorização acima de 5% nos últimos cinco dias, mas ainda segue negociado com forte deságio, a um P/VP de 0,55x se considerado o valor patrimonial por cota, atualizado também nesta semana a R$ 107,16.

O IFIX, índice de negociação dos fundos imobiliários, fechou pelo segundo dia consecutivo em queda de 0,05%, em 3.354,50 pontos, depois de alcançar seu recorde histórico na terça-feira (20). Durante o pregão, o índice oscilou entre a mínima de 3.353,55 pontos e a máxima de 3.360,73 pontos.

BROF11 entre os destaques; XPPR11 lidera altas

O XPPR11, fundo de lajes corporativas sob gestão da XP Asset, mais uma vez registrou a maior alta do dia pelo terceiro dia consecutivo, desta vez de 6,82%, com fechamento em R$ 26,61. Na semana, o FII acumula mais de 10% em valorização, mas segue negociado com forte deságio, com P/VP 0,40x. 

Além do fundo imobiliário BROF11 e do XPPR11, outra valorização em destaque no dia foi do BTRA11, o fundo de terras agrícolas do BTG Pactual, que anunciou novamente dividendos de R$ 0,30, mas, ao contrário do mês passado, quando esse valor provocou queda, agora registrou alta de 2,92%, cotado a R$ 56,01.

Entre as principais quedas, o FII JSAF11 fechou em baixa de 1,60%, negociado a R$ 103,20, depois de ficar entre as maiores altas nos últimos dois dias. O RCRB11 caiu 1,86%, cotado a R$ 160,00.

O MXRF11 liderou o volume de cotas negociadas, com cerca de 1,1 milhão de papéis mudando de propriedade ao longo do dia, O fundo mais popular do mercado, com mais de 1 milhão de cotistas registrados, fechou em queda de 0,19%, a R$ 10,48.

IFIX: como é formado o índice dos fundos imobiliários

A composição do valor é feita a partir do resultado da negociação de 105 fundos imobiliários que formam a carteira teórica do IFIX, modificada a cada quatro meses pela B3. A atual formação foi anunciada em 2 de janeiro e vai até o fim de abril, mas teve mudanças, forçada pela liquidação de alguns fundos que estavam presentes no índice e deixaram de ser negociados, como o MORE11 e o MORC11.

No primeiro dia de abril, a Bolsa divulgará a primeira prévia da carteira que será adotada a partir de maio, para facilitar a movimentação de investidores.

Tags
Quer construir uma carteira de Fiis alinhada com os seus objetivos? Clique aqui e fale agora mesmo com um especialista.
foto: Fernando Cesarotti
Fernando Cesarotti
Editor

Jornalista, editor do FIIs.com.br. Graduado pela Unesp, com pós-graduação em Jornalismo Literário, com mais de 20 anos de experiência em coberturas de economia, política e esportes. Passagem também pelo meio acadêmico, como professor universitário em cursos de Comunicação e líder de empresa júnior.

últimas notícias