O Fundo de Investimento Imobiliário RB Capital Renda I (FIIP11B), administrado por Oliveira Trust DTVM S.A., divulgou nesta segunda-feira (19) o seu relatório gerencial do mês de março, no qual descreveu seus resultados e rendimentos mensais, assim como a atualização de seu portfólio.

A gestora do RB Capital Renda I (FIIP11B) destaca que “apesar do aumento do número de vacinados, o cenário pandêmico intensificou-se em março com o recrudescimento da chamada segunda onda. Isso fez com que os órgãos públicos aplicassem medidas mais rígidas de isolamento social, acarretando agravamento dos impactos econômicos trazidos pela pandemia.”

Além disso, a RB Capital Asset, que é gestora do RB Capital Renda I, diz que a gestão “continua ativa implantando as melhores práticas, medidas sanitárias e de distanciamento social nos imóveis e suas operações, para que o processo de retorno das empresas seja o mais fluido possível”.

O FIIP11B também mantém contato próximo com os locatários com o objetivo de compreender e atender com segurança as suas necessidades, de forma a sempre prezar pelos interesses dos cotistas do fundo. O Fundo terminou o mês de março com inadimplência zerada e 100% locado a empresas de primeira linha.

Resultados e rendimentos

No dia 15 de abril, que é o décimo dia útil do mês, serão distribuídos lucros RB Capital Renda I, que foram apurados segundo o regime de caixa e auferidos no mês de março, no valor total de R$ 1,182 milhão, que corresponde a R$ 1,28 por cota. 

As cotas no mercado secundário fecharam no último dia útil do mês a R$ 197,98, que reflete um Dividend Yield prospectivo anualizado de 7,59%. O valor da cota patrimonial do FIIP11B é de R$ 193,12 e o valor patrimonial do fundo é de R$ 179 milhões, em meio a 927.162 de cotas emitidas.

Considerando o período de 26 de fevereiro de 2021 a 31 de março de 2021, o RB Capital Renda I apresentou uma variação da cota a mercado de -1,95%, enquanto a rentabilidade bruta a mercado foi de -1,35%. O volume negociado no mês foi de R$ 2,57 milhão, um giro de 1,41%.

FIIP11B divulga resultados e tem inadimplência zerada em março

Portfólio do FIIP11B

Sobre as características gerais e política de investimentos do RB Capital Renda I, que se constituiu em dezembro de 2009, tem por objeto a aquisição de ativos imobiliários pré-definidos, de modo que os empreendimentos são construídos e locados principalmente na modalidade built to-suit, além de outras formas de locação atípica.

A carteira do FIIP11B é composta por 7 imóveis localizados nas cidades:

  1. São Paulo (SP);
  2. Osasco (SP);
  3. Ilhéus (BA);
  4. Ibiporã (PR);
  5. São José dos Pinhais (PR);
  6. Nova Iguaçu (RJ);
  7. Contagem (MG). 

A Área Bruta Locável (ABL) total de propriedade do FIIP11B é de 70.302 m², distribuídos entre os tipos: 

  • Lojas;
  • Megalojas;
  • Centros de distribuição;
  • Centros de armazenamento. 

O total de ativos do RB Capital Renda I é de cerca de R$ 180 milhões, com destaque para Osasco (SP), no valor de R$ 41,1 milhões, que corresponde a 22,8% do total. As demais representações desses ativos do fundo é melhor vista através do primeiro gráfico e no segundo ocorre a distribuição por tipo de ativo:

FIIP11B divulga resultados e tem inadimplência zerada em março

Por conta da característica do tipo de atuação passiva, os papéis do consultor imobiliário do administrador têm como principal foco otimizar os contratos de locação do RB Capital Renda I, o que atrai inquilinos de qualidade e busca a maior valorização possível dos preços de locação. 

Levando em conta que hoje o FIIP11B tem cerca de 8 mil cotistas, é importante lembrar que por conta da política de investimentos que consta do regulamento do fundo, a emissão de novas cotas, a aquisição de novos imóveis ou a venda dos atuais ativos para reciclagem de portfólio precisam ser aprovadas em assembleia geral de cotistas.