VRTM11: fundo imobiliário aumenta dividendos em 25% e tem caixa “robusto” de R$ 35 milhões

O fundo imobiliário VRTM11 aumentou seus dividendos em 25% e conta com um caixa "robusto" de R$ 35 milhões. Veja detalhes.

VRTM11: fundo imobiliário aumenta dividendos em 25% e tem caixa “robusto” de R$ 35 milhões
Fundo imobiliário anuncia menor dividendo em quase 2,5 anos. Foto: Pixabay

O fundo imobiliário VRTM11 anunciou seu novo relatório gerencial, reportando um resultado de R$ 1,16 milhão. As receitas do mês somaram R$ 1,373 milhão, enquanto as despesas somaram R$ 212,38 mil.

Os dividendos do VRTM11 somaram o valor de R$ 1,189 milhão, equivalente a R$ 0,10 por cota. O pagamento foi realizado no dia 15 de maio de 2024, correspondente ao maior valor desde que o FII foi criado e com acréscimo de 25% em relação ao pagamento anterior.

Sobre o cenário atual, a gestão destaca que os próximos cortes da Selic devem depender da evolução da dinâmica da inflação.

“Particularmente para o universo de Fundos Imobiliários essa notícia é importante dado que existe uma grande correlação entre a taxa básica de juros (Selic) e a expansão do mercado de fundos imobiliários, dado que com taxas de juros mais baixas os FIIs passam a ser mais atraentes para os investidores”, afirma a gestão do fundo imobiliário VRTM11.

Em março, a inflação permaneceu no campo positivo, com 0,16%, mas registrou uma forte desaceleração na comparação com o mês anterior. O indicador é considerado baixo, o que acaba influenciando de forma direta o mercado de recebíveis imobiliários, visto que a maioria dos CRIs atrelados ao IPCA contam com uma defasagem de 2 a 3 meses.

VRTM11 tem caixa “robusto” de R$ 35 milhões para investimentos e dividendos

Em abril, o fundo VRTM11 liberou mais uma parcela no empreendimento Vista Madalena, no montante de R$ 642.266,39. Assim, fechou o mês com R$ 35 milhões em caixa, o que representa 30,6% do seu patrimônio líquido. Esse dinheiro, segundo a gestão, será usado para investir em ativos do pipeline e para pagar rendimentos.

Em sua primeira emissão de cotas, encerrada em novembro de 2023, o FII VRTM11 captou um total de R$ 118,958 milhões, somando 237 investidores.

O VRTM11 é um fundo imobiliário multiestratégia, visando construir uma carteira de investimentos diversificada entre ativos como CRIs, FIIs, FIDCs, ativos diretos e outros.

Esses investimentos podem ser feitos por meio de gestão ativa, que serão realizados com base nas características dos ativos adquiridos, mas também considerando as questões macroeconômicas.

“Como alvo, o Fundo buscará um relevante spread de crédito sobre o CDI por meio da aquisição de instrumentos para recebimento de juros, correção monetária e principal ligados a diversos setores imobiliários”, destaca o VRTM11 em relatório.

Tags
Quer construir uma carteira de Fiis alinhada com os seus objetivos? Clique aqui e fale agora mesmo com um especialista.
foto: João Vitor Jacintho
João Vitor Jacintho

Redator profissional, com atuação no mercado editorial na produção de notícias e conteúdos sobre o mercado de ações, criptomoedas, fundos imobiliários e economia popular. Graduando em Engenharia Química pela Unesp, também já trabalhei como consultor financeiro.

últimas notícias