Com o aumento progressivo no números de casos de pessoas infectadas pelo coronavírus, o governador de São Paulo (João Doria) anunciou a entrada do estado na na fase vermelha, que iniciará no próximo sábado (6). Isso afetará o funcionamento de todos os shoppings do estado, o que gerou uma série de informativos dos fundos de shopping aos seus cotistas.

Com o endurecimento da quarentena, apenas os serviços considerados essenciais poderão abrir normalmente. Por esse motivo, os shoppings serão afetados no seu funcionamento.

Para esclarecer os cotistas e informar sobre o andamento das atividades comerciais dos shoppings, vários administradores e gestores de fundos comunicaram ao público como será o funcionamento dos shoppings durante este tempo. 

Comunicados do BTG Pactual

O BTG Pactual, administrador do FII Shopping Jardim Sul (JRDM11), informou aos cotistas que de 6 a 19 de março “estará suspenso o funcionamento de todas as atividades não essenciais , sendo permitido os serviços de entrega (“delivery”) e atendimento online do Shopping”.

Da mesma forma, o BTG Pactual também informou aos investidores do FII Shopping Parque Dom Pedro (PQDP11) que o shopping com o mesmo nome do fundo também ficará apenas com as atividades essenciais em pleno funcionamento do dia 3 até o dia 19 de março. 

Gestora do MALL11 faz informe aos cotistas 

A BRPP Gestão de Produtos Estruturados, como gestora do Malls Brasil Plural FII (MALL11), atualizou os cotistas sobre a mudança nos horários de funcionamento dos shoppings do fundo.

Os shoppings abaixo estarão com atividades reduzidas, apenas com serviço reduzido e essencial, como supermercado, farmácia e atividades médicas, do dia 6 a 19 de março: 

  • Shopping Taboão (Taboão da Serra – SP) 
  • Shopping Suzano (Suzano – SP); 
  • Boulevard Shopping Feira de Santana (Feira de Santana – BA). 
  • Shopping Taboão e Shopping Suzano 

Hedge Investments informa sobre os shoppings do HGBS11

A Hedge Investments, como gestora do Hedge Brasil Shopping FII (HGBS11), comunicou que todos dos shopping pertencentes ao fundo terão seu horários reduzidos (6 a 19 de março) e o funcionamento restrito aos serviços essenciais: 

  • Shopping Penha
  • Shopping West Plaza
  • Mooca Plaza Shopping
  • Shopping Villa Lobos
  • Santana Parque Shopping, 
  • Shopping Jardim Sul, Tivoli Shopping, 
  • São Bernardo Plaza Shopping
  • Grand Plaza Shopping
  • Shopping Praça da Moça
  • Suzano Shopping 
  • Shopping Franca

Informativo do VISC11

A gestora acrescentou que além das atividades essenciais “as demais operações poderão atender nas modalidades Delivery e Drive Thru”.

Da mesma forma, a gestão do Vinci Shopping Centers FII (VISC11) trouxe aos investidores o prazo de restrição das atividades não essenciais dos seus shoppings: 

  • Prudenshopping, Granja Vianna, Ribeirão Shopping e Shopping funcionarão a partir do dia 06 a 19 de março; 
  • Iguatemi Florianópolis, com atividades não essenciais suspensas entre 06 e 07 de março de 2021. 
  • Shopping Paralela atividades não essenciais suspensas até 8 de março; 
  • Shopping Crystal, atividades não essenciais permanecem suspensas até o dia 08 de março de 2021;

Por outro lado, a Vinci Real Estate - gestora do fundo - frisou que “os demais shoppings do portfólio do Fundo seguem em funcionamento, atendendo às limitações estabelecidas pelas autoridades locais e seguindo as orientações dos órgãos competentes”.

Fechamento de shopping preocupa entidades do setor

O fechamento das atividades não essenciais dos shoppings coincide justamente com a recuperação do setor em grande parte do Brasil. 

A Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) informou que os shoppings registraram a maior queda de sua história em 2020, com retração de 33,2% no faturamento dos lojistas instalados nos empreendimentos.

Porém, com o bom retorno do comércio em 2021, “a projeção da associação é de um aumento de 9,5% nas vendas, mas essa estimativa pode ser revista ao longo do ano”.