A Credit Suisse, gestora do CSHG Logística FII (HGLG11) , comunicou nesta segunda-feira (12) aos seus investidores, os resultados referentes ao mês de junho. Também, a gestão aproveitou para explicar sobre os resultados do mês e aumentar o patamar de distribuição. 

Em junho, o HGLG11 apresentou uma receita total de R$ 37,9 milhões, o que levou a um resultado de R$ 35,5 milhões (R$ 1,93 por cota). Além disso, o fundo recebeu a parcela de venda dos terrenos localizados em Extrema-MG, gerando um resultado adicional de aproximadamente R$ 23,3 milhões (R$ 1,26 por cota). Confira os resultados detalhados:

HGLG11

Desta forma, a distribuição para o mês de junho - paga em julho - será de R$ 2,20 por cota. A Credit Suisse explicou que explicou que o HGLG11 sempre pautou por uma “baixa variação nos rendimentos, com o objetivo de pagar a melhor renda recorrente prevista”. Observe abaixo a relação dos resultados com a distribuição:

HGLG11

Geralmente, a gestão deixa o percentual de distribuição próximo a 95%, sempre retendo os 5% para a criação de uma “reserva de resultado acumulado”. 

Porém, desta vez o HGLG11 fará uma distribuição próxima ao 100%. Na visão da equipe gestora, “como a proposta de reforma tributária trouxe uma maior volatilidade e incerteza, nos pareceu mais adequado distribuir um valor maior que o usual de rendimentos no semestre”. Após este mês, o patamar de dividendos voltará a R$1,00 por cota.  

Fatos mais importantes do mês

Ainda em junho, a gestão pontuou alguns fatos que impactaram positivamente os resultados, entre eles: 

  • retorno positivo dos diferimentos de aluguéis negociados durante o primeiro semestre de 2020  
  • venda de cotas de FIIs que geraram lucro nominal líquido de R$ 268 mil (R$ 0,01 por cota). 

O HGLG11 assinou Compromisso de Venda e Compra (CVC) para aquisição de imóvel logístico. Depois que todas as condições para compra forem resolvidas, o fundo pagará o valor total de R$ 177.000.000. O imóvel logístico em questão é multiusuário e 100% locado por empresas de grande e médio porte, localizado no estado de São Paulo. 

Também, no mês de junho o fundo realizou novas locações e está perto de fechar novos contratos, confira abaixo: 

  • No Condomínio SJC, foi celebrado um novo contrato de locação de aproximadamente 1.000 m² de área com uma start-up de infraestrutura para telecomunicações. 
  • No mesmo condomínio o fundo está construído no galpão G04. Para este ativo a gestão está em discussão contratual para a pré-locação de aproximadamente 40% de sua área.
  • No CONE - Suape o fundo alugou os últimos 3 módulos disponíveis no galpão G06. 

Conheça o HGLG11

O CSHG Logística FII tem por objeto a exploração de empreendimentos imobiliários voltados primordialmente para operações logísticas e industriais, por meio de aquisição de terrenos para sua construção ou aquisição de imóveis em construção ou prontos, para posterior alienação, locação ou arrendamento. 

Desta forma, o CSHG Logística possui R$ 2,70 bilhões de patrimônio líquido médio dos últimos 12 meses e tem aproximadamente 18.436.967 de cotas emitidas. 

Para quem deseja investir no HGLG11, o valor patrimonial de sua cota é de R$148,59, sendo sua taxa de administração de 0,75% até 0.95%a.a. sobre patrimônio líquido.