A gestão do Iridium Recebíveis Imobiliários FII (IRDM11) comunicou aos cotistas nesta última sexta-feira (19), os resultados do mês de fevereiro. Com uma série de compras e vendas de diferentes ativos , a Iridium Gestão demonstrou os ganhos resultantes dessas operações e ainda explicou o racional dessas operações. 

Já no início do relatório, a Iridium Gestão informou sobre os rendimentos referentes ao mês de fevereiro, neste caso, o valor de R$1,23 por cota. Observe na tabela abaixo:

tabela irdm11

Nas contas da gestão, essa remuneração equivale a 1.079% do CDI, comemorando então o resultado considerado ótimo.

Na tabela abaixo, a gestora detalhou todos os resultados do mês:

tabela irdm11

Movimentação na carteira

Em complemento, a gestão do IRDM11 reforçou que o fundo segue na busca pela compra de novos ativos, seja CRIs ou FIIs, principalmente porque está próxima a entrada do caixa referente à 9ª emissão de cotas.

Na verdade, a gestão afirma seguir com cautela as movimentações na carteira do IRDM11. 

Isso se comprova na venda de posições de “FIIs e alguns CRIs no mercado secundário, que apresentaram alta valorização e apresentam uma relação risco/retorno não interessante”, informou a gestora. 

Na leitura da Iridium Gestão, o aumento na taxa Selic provavelmente gerará certa aversão ao risco nos fundos imobiliários de imóveis, inclusive com o fechamento dos shoppings e do mercado de varejo.

Porém, a gestora interpreta esse movimento com otimismo no mercado primário de CRIs e FIIs, “com constantes análises de novas oportunidades e estratégias”. Ou seja, com possíveis quedas nos preços, o IRDM11 não hesitará em fazer compras.

Já no mercado secundário, a visão da gestora é diferente. É provável uma “piora no mercado de FIIs de ativos reais (fundos de tijolo) e abertura das taxas dos CRIs”, reforçou Iridium Gestão. 

Portanto, no mercado secundário o fundo deverá fazer a venda de ativos que estão com preços elevados, mesmo com caixa disponível para novas aquisições.

Por fim, a gestão do IRDM11 respondeu uma dúvida frequente de cotista, afirmando não fazer distribuição de rendimentos que ainda não “caíram” no caixa do fundo.

Como muitos CRIs fazem pagamentos de juros trimestrais, semestrais e até anuais, o fundo não pode fazer adiantamento de dividendos, pois a legislação brasileira proíbe. 

Conheça o IRDM11

O IRDM11 é um fundo imobiliário de papel com investimentos em títulos de valores imobiliários. Seu maior foco é em operações no mercado de CRIs, desde que atendam aos critérios definidos na política de investimento.

O Iridium Recebíveis Imobiliários possui patrimônio líquido de R$1,59 bilhões e tem cerca de 16.000.000 número de cotas.

Para quem deseja investir no IRDM11, o valor atual da sua cota é de R$135,41 (atualizado dia 19/03), sendo sua taxa de administração de 0,17% a.a sobre patrimônio líquido ou valor de mercado do fundo se o fundo fizer parte de índice de mercado (IFIX).