O Fundo de Investimento Imobiliário Kinea Fundo de Fundos (KFOF11), administrado pela Intrag DTVM Ltda., divulgou na última quarta-feira (1) o seu relatório gerencial do mês de agosto, em que descreveu seu resultado e rendimento mensal, assim como a atualização de seu portfólio.

Em agosto, o IFIX teve uma queda de 2,63%. Segundo o KFOF11, o “aumento da incerteza fiscal e política se refletiram na elevação das taxas de juros futuros, as quais possuem correlação com o desempenho do índice de fundos imobiliários”.

Nesse período, a surpresa da inflação com relação às expectativas contribui para uma “aceleração mais rápida da taxa SELIC, o que leva investidores a demandarem um retorno (yield) mais elevado para a classe de FIIs”.

Portfólio do Kinea Fundo de Fundos

O objetivo do KFOF11 é gerar uma renda mensal por meio de alocações em uma carteira diversificada de fundos imobiliários, assim como também alcançar ganhos de capital. Até o final de agosto, o fundo tinha 98,4% dos ativos alocados em cotas de FIIs, enquanto 1,6% seria em caixa. As 3 estratégias adotadas pelo fundo nessa alocação é distribuída em:

  • Imobiliária - 66,0%;
  • Tática - 32,4%;
  • Caixa - 1,6%.

Por segmento, a alocação do Kinea Fundo de Fundos está distribuída em:

  • Escritórios - 27%;
  • Shoppings/Varejo - 24%;
  • CRI - 17%;
  • Logística - 14%;
  • Renda Urbana - 12%;
  • Agências - 4%;
  • Caixa - 1,6%;
  • Agro - 0,4%.

A composição do portfólio do KFOF11 em relação ao total investido em cotas de FIIs se descreve conforme o gráfico a seguir:

KFOF11 anuncia resultado e portfólio atualizado em julho

Resultados e rendimentos do KFOF11

O KFOF11 fez a distribuição de R$ 0,58 por cota, a ser distribuído no próximo dia 15 de setembro. A reserva de resultados acumulada no semestre depois do uso parcial é de R$ 0,26 por cota. A composição do valor de R$ 0,58 em rendimentos do KFOF11 surgiu da seguinte forma:

  • R$ 0,61 seria composto por receita de FIIs;
  • R$ 0,08 de despesas.
  • R$ 0,01 em reserva;
  • R$ 0,05 de ganho de capital;
  • R$ 0,01 em receita financeira.

O dividend yield obtido pelo fundo Kinea Fundo de Fundos alcançou 8,30% ao ano, equivalente a 192% do CDI líquido em relação à cota de mercado de fechamento do mês, que ficou em R$ 83,90. O valor da cota patrimonial alcançou a marca dos R$ 97,73.

O volume negociado do KFOF11 foi de quase R$ 10,79 milhões, que é cerca de R$ 486,7 mil por dia, em média. A taxa de administração e gestão do fundo é de 0,92% ao ano e o patrimônio líquido chegou até o final do mês de agosto em R$ 443,04 milhões.

Desde o início das operações do KFOF11, na data de 4 de outubro de 2018, o desempenho da cota patrimonial do fundo, que já foi ajustada pelos proventos distribuídos, é de 15,77%. Esse número pode ser comparado a uma valorização do IFIX de 28,38% e 10,73% do CDI Líquido.