O Fundo de Investimento Imobiliário BB Progressivo II (BBPO11), administrado pelo Votorantim Asset Management DTVM LTDA., divulgou nesta segunda-feira (24) o seu relatório gerencial do mês de abril, no qual descreveu seus resultados e rendimentos mensais.

O objetivo do BB Progressivo II, ao ser criado, foi de adquirir agências e centros administrativos do Banco do Brasil. Com isso, o fundo poderia alugá-los ao próprio Banco do Brasil pelo prazo inicial de 10 anos, através de contrato atípico, proporcionando aos cotistas renda mensal advinda da locação. O fundo possui 64 imóveis, localizados em diversas regiões do Brasil.

Portfólio do BB Progressivo II

Conforme aponta o gestor do fundo, o BB Progressivo II (BBPO11) é um fundo híbrido com portfólio que se divide em agências bancárias, que representa 40%, e lajes corporativas que corresponde a 60%.

A composição do caixa do BBPO11 é inicialmente por aporte que o Banco do Brasil realizou, correspondente a um montante de R$130,9 milhões. Esses recursos são para fazer frente às benfeitorias necessárias já planejadas ao longo dos 10 anos do contrato de aluguel.

Além disso, o BB Progressivo II destaca que realizou um aporte de R$56 milhões. O objetivo desse aporte é de serem gastos com ITBI e emolumentos cartorários referentes à integralização dos ativos alvo no BBPO11. No mês de janeiro de 2020, o caixa do fundo estava em R$82,1 milhões.

Na distribuição de imóveis por estado do portfólio do BBPO11 as 5 maiores posições por Área Bruta Locável (ABL) são:

  1. São Paulo - 120.687;
  2. Minas Gerais - 49.029 ;
  3. Distrito Federal - 39.261;
  4. Paraná - 29.025;
  5. Rio de Janeiro - 19.919.

Importante dizer que nesse portfólio do BB Progressivo II, 92,3% é composto por imóveis para renda, enquanto 7,7% é a parte correspondente à renda fixa. Em outro tipo de divisão, temos que 42,9% do portfólio está na categoria prédio comercial + agência térrea, 36,0% em agência e 21,1% em prédio comercial.

Resultados e rendimentos do BBPO11

O gestor do BBPO11, Votorantim Asset Management DTVM LTDA., diz que o fundo possui patrimônio líquido de R$1,8 bilhão e sua rentabilidade em abril de 2021, considerando a variação da cota patrimonial somada aos rendimentos distribuídos, foi de 1,08%.

Além disso, a última distribuição de rendimentos anunciada pelo BB Progressivo II foi de R$1,08 por cota, ou seja, representava um dividend yield de 0,93% sobre a cota de mercado ao final do mês de abril

Em suma, a receita total do BBPO11 em abril foi de R$ 18,45 milhões, enquanto as despesas totalizaram quase R$ 635 mil. Os rendimentos totais alcançaram R$17,81 milhões, enquanto o resultado distribuído (no décimo dia útil do mês subsequente a abril) fechou em R$17,23 milhões. Desse modo, a quantidade de cotas emitidas é de quase 15,92 milhões.