O fundo imobiliário TRX Real Estate (TRXF11), representado por sua gestora TRX Gestora de Recursos, comunicou nesta última sexta-feira (30) a aquisição de um novo imóvel em Pernambuco. Somado a isso, a gestão apresentou os valores e como os recursos de compra foram captados.

O TRXF11 adquiriu, da Caixa de Previdência dos Funcionário do Branco do Brasil o imóvel denominado Loja Âncora I, inserida no Shopping Center Guararapes, na Cidade de Jaboatão dos Guararapes, Estado de Pernambuco no valor de R$ 52.300 milhões 

A aquisição é uma loja Big Box, locada ao Bompreço Supermercados do Nordeste desde 1995, com vigência até 2036. 

Os recursos para a aquisição

Para efetuar a compra do Imóvel, o TRXF11 captou integralmente por meio de sua 4ª Emissão de Cotas do Fundo, encerrada anteriormente. 

Desta forma, de acordo com a TRX Gestora de Recursos, a aquisição do Imóvel vai ao encontro da estratégia do fundo em formar seu portfólio com ativos bem localizados, características técnicas atuais e flexibilidade de uso futuro. 

Ou seja, tudo isso com o “objetivo de distribuir renda e ganho de capital para seus cotistas com imóveis de primeira linha alugados para grandes empresas através de contratos de longo prazo”, reforçou a gestão.

Conheça o TRXF11

O TRX Real Estate é um fundo de investimento imobiliário com foco na distribuição de renda e dividendos aos seus cotistas através de uma gestão ativa que busca maximizar seu retorno por meio da aquisição, do desenvolvimento e da venda de imóveis locados preferencialmente para grandes empresas com contratos de longo prazo.

Além disso, o fundo possui patrimônio líquido de R$595 milhões e tem cerca de 21.989 cotistas.  Seu portfólio conta com 43 imóveis distribuídos em 11 estados brasileiros. 

Referente ao mês de março, o TRX Real Estate distribuiu R$0,70 centavos por cota, que representa um dividend yield anualizado de 7,81% sobre a cota de mercado de R$ 107,50.    

Por fim, para quem deseja investir no TRXF11, o valor patrimonial de sua cota é de R$105,14, sendo sua taxa de administração de 1,00% a.a. sobre o valor de mercado.