CHECKLIST Análise de Fundos
Imobiliários
Tenha um passo a passo para
analisar FIIs e, com isso, tomar
decisões mais assertivas

Tipos de Fiis – Uma dúvida recorrente



Recebemos, por dia, dezenas de dúvidas sobre fundos imobiliários.

Boa parte delas sobre pedidos de recomendações de investimentos.

Não prestamos (ainda) esse tipo de serviço e, por conta disso, a resposta que respondemos para essas perguntas é quase sempre a mesma: “Bom dia / tarde / noite. Não fazemos recomendações de investimentos por aqui. Quem presta esse serviço com maestria é o pessoal da Suno Research e do Funds Explorer. ”

Vale ressaltar, contudo, que esse é um tipo de serviço o qual não descartamos 100% a ideia de vir a prestar, em algum momento.

Contudo, uma outra categoria de perguntas que recebemos com frequência é a do tipo:

“O que é um fundo imobiliário de tijolo / papel (e etc)? ”

Pensando em responder essa pergunta, destacamos abaixo, resumidamente, os principais conceitos acerca dos tipos de Fiis que existem hoje no mercado.

São eles:

Fundos de tijolo (empreendimentos físicos): Investem em empreendimentos físicos, como por exemplo lajes corporativas, salas comerciais, galpões industriais-logísticos, universidades, hospitais, hotéis, resorts, shopping-centers, parques temáticos, lojas independentes de varejo, cemitérios, agências bancárias, dentre outros;

Fundos de papéis (recebíveis): Investem em títulos financeiros de lastro imobiliário, como os CRIs e as LCIs, por exemplo. Em outras palavras, são ativos que recebem fluxos de caixa oriundos de financiamentos imobiliários diversos que são, por meio destes títulos, repassados aos cotistas dos fundos de papéis;

Fundos de fundos (cotas de fundos imobiliários): Também conhecidos como FOFs (Funds of Funds), esses tipos de fundos imobiliários investem em cotas de outros fundos imobiliários. Em geral, estes Fiis possuem um gestor que é ativo na montagem da carteira, bem como na compra e venda das cotas a fim de trazer retorno para os cotistas na forma de ganho de capital e rendimentos e; Fundos de desenvolvimento (construção de empreendimento): Investem no projeto de um empreendimento imobiliário para posterior venda ou locação. Na maioria dos casos, os fundos de desenvolvimento investem em um ativo para, futuramente, vendê-lo e retornar este capital investido pelo cotista.

Obviamente que existem muitos outros tipos de perguntas que nos são enviadas diariamente e com certa recorrência.

Iremos replicá-las aqui com suas respectivas respostas no decorrer dos próximos dias.

Você também tem dúvidas sobre fundos imobiliários?

Não deixe de nos mandar por aqui (e-mail) ou pelos outros dos nossos canais, como o Instagram, Facebook, Twitter ou LinkedIn (LINKS).

Conte conosco!

Rafael Campagnaro
Rafael Campagnaro Autor

Engenheiro por formação, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado financeiro no FIIs.com.br desde que iniciou no universo das finanças.




Comentários