O‌‌‌ ‌‌‌‌‌‌IFIX‌‌‌‌‌‌ ‌‌fechou‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌última‌‌‌ terça-feira‌‌‌ ‌‌‌(1º)‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ queda ‌‌de‌‌ -‌‌0,01%,‌‌‌ ‌‌terminando‌‌ ‌‌‌o‌‌‌ ‌‌‌dia‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ ‌‌2.776,61 ‌‌pontos.‌‌‌ ‌‌‌No‌‌‌ ‌‌‌acumulado‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌mês‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ fevereiro ‌‌‌e‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌ano‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ ‌‌‌2022,‌‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌variação‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌índice‌‌‌ ‌‌‌é‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ ‌‌-0,01%‌‌‌ ‌‌‌e‌‌‌ ‌‌-1,00%‌‌,‌‌‌ ‌‌‌respectivamente.‌‌‌ ‌ ‌

Confira‌‌ ‌‌as‌‌ ‌‌principais‌‌ ‌‌notícias‌‌ ‌‌do‌‌ ‌‌mercado‌‌ ‌‌de‌‌ ‌‌FIIs:‌‌ 

KNRI11 informa novas locações no segmento de escritórios

O Fundo de Investimento Imobiliário Kinea Renda Imobiliária (KNRI11), administrado pela Intrag DTVM Ltda e gerido pela Kinea Investimentos, divulgou nesta terça-feira (1º) o seu relatório gerencial do mês de janeiro, no qual descreveu seus resultados e informou sobre novas locações.

A gestora comunicou que o valor de rendimentos distribuídos pelo KNRI11 referente ao mês de janeiro, será de R$0,81 por cota. Confira abaixo:

KNRI11 fiis

Novas locações e redução de vacância 

No mês de janeiro, o fundo finalizou duas novas locações no segmento de escritórios. O primeiro deles, no Rio de Janeiro, com a locação do 7º andar do Edifício Botafogo Trade Center para a Tevisa. O inquilino é uma empresa do segmento de geração de energia.

Da mesma forma, o fundo assinou contrato de locação no conjunto do Edifício Joaquim Floriano para a empresa GS Inima, que expandiu sua ocupação no edifício, em São Paulo.

Desta forma, a gestão afirmou que através das locações acima, a vacância física do KNRI11 foi para 2,07% (ante 2,18% no mês anterior. Além disso, a vacância financeira também reduziu de 7,11% no mês anterior, para 6,80%. Confira:

KNRI11

Por fim, a gestão explicou que a vacância financeira ajustada pelas carências chegou a 10,26%, sendo que no mês anterior estava em 10,90%. 

Por fim, no último dia 27 de janeiro, a CVM emitiu nota de esclarecimento sobre a distribuição de dividendos de um fundo imobiliário específico. A gestora afirmou estar acompanhando de perto este assunto. 

O Kinea Renda Imobiliária é um fundo imobiliário do tipo híbrido. Seu objetivo é gerar renda de aluguel mensal através da locação de um portfólio diversificado de prédios corporativos e galpões logísticos.

KNIP11 mostra operações e informa resultados

O FII Kinea Índices de Preços (KNIP11), administrado pela Intrag DTVM Ltda e gerido pela Kinea Investimentos, divulgou nesta terça-feira (1º) o seu relatório gerencial do mês de janeiro, no qual descreveu seus resultados, assim como aquisição de CRIs para sua carteira.

Os resultados referentes a janeiro serão de R$ 1,36 por cota. De acordo com a gestora, os rendimentos distribuídos equivalem a uma rentabilidade, isenta do imposto de renda para as pessoas físicas, de 1,29%, correspondente a 176% da taxa DI do período. Veja abaixo:

KNIP11

A gestora comentou que, ao fim de janeiro, o KNIP11 apresentava alocação, em relação ao seu patrimônio, de 105,9% em ativos-alvo e 5,3% em instrumentos de caixa que serão destinados a novas operações. 

As operações do fundo no mês de janeiro

Neste último mês, o fundo concluiu novas alocações que totalizaram um volume de R$ 305,0 milhões a uma taxa média de IPCA + 7,08%, confira abaixo:

  • CRI Shopping Paralela – R$ 193,5 milhões a taxa de IPCA + 6,87% - A operação é baseada na aquisição do Shopping Paralela, localizado na Bahia, por um fundo de investimento imobiliário. 
  • CRI Ed. Globo – R$ 33,6 milhões a taxa de IPCA + 6,95%: A operação é baseada na aquisição de um Imóvel Comercial locado para a Rede Globo de Comunicação, localizado na cidade de São Paulo, por um fundo de investimento imobiliário. 
  • CRI Shopping Pátio Cianê – R$ 77,9 milhões a taxa de IPCA + 7,65%: Operação baseada na alavancagem do Shopping Pátio Cianê localizado em Sorocaba – SP. 

Neste caso, os CRI atrelados à inflação do portfólio do fundo, representam aproximadamente, as variações do IPCA referentes aos dois meses anteriores à apuração de resultados. 

Desta forma, os resultados apurados ao longo do mês de janeiro (a serem distribuídos aos investidores em fevereiro) refletem a variação do IPCA referente aos meses de novembro (0,95%) e dezembro (0,73%). Veja o perfil da carteira do fundo:

KNIP11

Da mesma forma, os resultados do mês de fevereiro com distribuição em março, refletirá as variações do IPCA relativas aos meses de dezembro e janeiro. 

Nesse sentido, a rentabilidade do fundo vem sendo positivamente impactada pelo maior patamar de inflação (IPCA) observado nos últimos meses. 

Do mesmo modo, a gestora frisou que, se houver diminuição da inflação no país, o fundo poderá distribuir menos dividendos. 

Operações compromissadas

Adicionalmente, informamos que a gestão do KNIP11 optou por realizar, pelo menos de forma provisória, operações compromissadas reversas lastreadas em CRIs. 

A gestão explicou que essas operações permitem uma alocação em CRIs, mas em especial, proporciona maior flexibilidade e velocidade de alocação dos recursos das emissões de cotas. 

Até o momento, o KNIP11 possui aproximadamente 10% do seu patrimônio líquido nas referidas operações. 

O objetivo do Kinea Índices de Preços é manter um portfólio dedicado ao investimento em ativos de renda fixa de natureza imobiliária. Mas o foco principal, neste caso, são os Certificados de Recebíveis Imobiliários.