O‌‌‌ ‌‌‌‌‌‌IFIX‌‌‌‌‌‌ ‌‌fechou‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌última‌‌‌ terça-feira‌‌‌ ‌‌‌(15)‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ queda ‌‌de‌‌ 0,11%,‌‌‌ ‌‌terminando‌‌ ‌‌‌o‌‌‌ ‌‌‌dia‌‌‌ ‌‌‌em‌‌ ‌‌2.708 ‌pontos.‌‌‌ ‌‌‌No‌‌‌ ‌‌‌acumulado‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌mês‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ março ‌‌‌e‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌ano‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ ‌‌‌2022,‌‌‌ ‌‌‌a‌‌‌ ‌‌‌variação‌‌‌ ‌‌‌do‌‌‌ ‌‌‌índice‌‌‌ ‌‌‌é‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ ‌‌-1,21%‌‌‌ ‌‌‌e‌‌‌ ‌‌-3,45%‌‌,‌‌‌ ‌‌‌respectivamente.‌‌‌ ‌ ‌

‌‌‌Confira‌‌ ‌‌as‌‌ ‌‌principais‌‌ ‌‌notícias‌‌ ‌‌do‌‌ ‌‌mercado‌‌ ‌‌de‌‌ ‌‌FIIs:‌‌

HGBS11 mostra resultados e indicadores positivos de shoppings

Em comunicado apresentado aos cotistas na última terça-feira (15), a gestão do Hedge Brasil Shopping Fundo de Investimento Imobiliário (HGBS11) informou os resultados do mês de fevereiro. A gestora Hedge Investments, também mostrou indicadores positivos dos shoppings do fundo. 

Referente ao mês de fevereiro, o fundo distribuirá R$ 1,15 por cota como rendimento. O resultado contempla as receitas dos resultados recebidos dos shoppings centers investidos, receitas financeiras e despesas operacionais do HGBS11. Confira abaixo:

HGBS11

Indicadores do fundo

Neste aspecto, a gestora reforçou que, em janeiro, as vendas totais do portfólio do fundo, apresentaram crescimento de 37% em relação a janeiro de 2021, quando comparamos as vendas/m² o crescimento foi de 35% no período:

HGBS11

Na visão da gestão, esse desempenho foi positivo, principalmente levando-se em consideração que o mês de janeiro foi impactado pelo aumento expressivo de casos de COVID-19. 

Em relação à vacância, observamos um pequeno aumento, encerrando o mês em 6,5%, enquanto no mês passado estava em  6,4% no mês anterior. 

Por outro lado, a gestora explicou que o  aumento de vacância é comum em shopping no primeiro mês do ano janeiro, haja vista que muitos lojistas aproveitam as vendas do final do ano para depois, saírem dos shoppings:vacância hgbs11

Além disso, o  NOI/m² do portfólio do fundo ficou em R$ 91 / m², um aumento de 4% em relação a janeiro de 2019:

HGBS11

A partir deste mês, o fundo consegue ter maior previsibilidade do seu resultado ao longo dos próximos meses. Por isso, a gestora acredita que o HGBS11 deverá distribuir entre R$ 1,15 a R$ 1,20 / cota, sobretudo se não houve nenhuma restrição ao comércio em relação ao coronavírus. 

O Hedge Brasil Shopping FII tem como objetivo auferir rendimentos pela aquisição e exploração comercial de participações em shopping centers localizados em regiões com área de influência de, no mínimo, 500 mil habitantes e administrados por empresas especializadas, atuando de forma ativa na gestão da carteira de investimentos.

HGLG11‌ recebe parcela de venda de ativo e mostra quanto lucrou na operação

 ‌A‌ ‌‌Credit‌ ‌Suisse‌,‌ ‌gestora‌ ‌do‌‌ ‌‌CSHG‌ ‌Logística‌ ‌FII‌ ‌(HGLG11)‌,‌ ‌comunicou‌ ‌nesta‌ terça-feira‌ (15)‌ ‌aos‌ ‌seus‌ ‌investidores,‌ ‌sobre a venda de ativo logístico. 

O fundo recebeu o valor do pagamento da 2ª Parcela do preço de venda, no valor de R$ 61.924.526,37 do ativo logístico CTR Centro Empresarial, localizado em Uberlândia, MG. 

O valor total a ser recebido pelo HGLG11 em relação à venda do imóvel, é de aproximadamente R$ 289.000.000,00, considerando todas as correções aplicáveis ao valor de venda até o momento. 

Deste modo, a operação de venda gerará um lucro em regime de caixa de R$ 102.700.000,00, o equivalente a aproximadamente R$ 4,82 por cota, considerando a quantidade atual de 21.313.413. 

O fundo está apto para distribuir os rendimentos da venda

Com o pagamento efetuado, a gestora disse que ficou superada a última condição precedente da operação. Por isso, o HGLG11 está apto a reconhecer e distribuir o lucro proporcional ao preço de aquisição já recebido até o momento, sendo tal lucro equivalente a R$ 61.522.677,07, o equivalente a R$ 2,89 por cota. 

Desta forma, com o pagamento da 2ª Parcela, o comprador do imóvel - GGR Covepi Renda FII -  fará jus ao recebimento mensal do aluguel proporcional de 59,88%, no valor de R$ 1.044.154,91, equivalente a R$ 0,05 por cota. 

No mais, foi acordado que o comprador receberá uma bonificação de aluguel, no valor mensal de R$ 208.333,33 , equivalente a R$ 0,01 por cota, nos primeiros 12 meses contados de 2 de setembro de 2021.

O CSHG Logística FII tem por objeto a exploração de empreendimentos imobiliários voltados primordialmente para operações logísticas e industriais, por meio de aquisição de terrenos para sua construção ou aquisição de imóveis em construção ou prontos, para posterior alienação, locação ou arrendamento. 

GGRC11 detalha compra de ativo do fundo HGLG11

A Zagros Capital, administradora do fundo GGR Copevi Renda (GGRC11), informou aos cotistas nesta última quarta-feira (23) sobre os resultados e rendimentos de janeiro. Além disso, a gestora detalhou sobre os processos judiciais que o fundo está envolvido. 

O confirmou o pagamento de imóvel logístico em Uberlândia, atualmente locado para a Lojas Americanas, por meio de um contrato atípico na modalidade built to suit. 

O fundo comunica que em 15 de março de 2022 foi paga a 2ª parcela do preço de aquisição do Imóvel no valor de R$61.924.526,37, o equivalente à 19,76% do Imóvel, sendo o somatório da 1ª e 2ª tranche desembolsadas pelo GGRC11 até a presente data à R$163.424.526,37, equivalente à 59,88% do preço de aquisição do Imóvel. 

Neste aspecto, com o pagamento da 1ª e 2ª tranche do ativo, o GGRC11 terá o direito ao recebimento do valor R$1.252.526,37 de aluguel. 

Apenas para fins de projeção do valor do rendimento do Imóvel, considerando o valor de locação e a bonificação de aluguel previstos para recebimento pelo fundo, nos termos da CVC e Contrato BTS, o fundo poderá receber:

GGRC11

O GGR Copevi Renda tem como objetivo a realização de investimentos em imóveis comerciais, predominantemente no segmento industrial e logístico, com a finalidade de locação atípica ou venda.