Com BTLG11 e HGRU11, Guide aponta os 10 melhores FIIs para investir em fevereiro; confira lista

Em novo relatório sobre FIIs para fevereiro, os analistas da Guide Investimentos mantiveram a aposta em fundos de tijolos, como o BTLG11.

Com BTLG11 e HGRU11, Guide aponta os 10 melhores FIIs para investir em fevereiro; confira lista
Com BTLG11 e HGRU11, Guide aponta os 10 melhores FIIs para investir em fevereiro. Foto: Unsplash

Em novo relatório sobre sua Carteira Recomendada de Fundos Imobiliários (FIIs) para fevereiro, os analistas da Guide Investimentos mantiveram a aposta em fundos de tijolos, como o BTLG11, HGRU11 e TRXF11

De acordo com o relatório da Guide, a carteira possui 10 fundos, diversificados entre os principais segmentos, com equilíbrio entre renda e ganho de capital. Dessa forma, a carteira apresenta o dividend yield projetado de 9,8% ao ano e P/VP de 1,01x.

As apostas da Research para o mês de fevereiro são:

“Mantemos o potencial de captura de valorização dos preços, com a redução dos juros futuros em decorrência de uma política monetária expansionista, além da elevação do rendimento distribuído proveniente de operações de venda de imóveis com lucro”, explica a Guide sobre a carteira. 

BTLG11 e HGBS11 são um dos melhores de seus segmentos, diz Guide

Para a Guide, o BTLG11 é um dos melhores nomes para estar posicionado no setor logístico, visto sua capacidade de alocação e o potencial upside de ativos do portfólio. O BTLG possui 22 galpões, localizados principalmente no Sudeste, com maior exposição ao segmento alimentício. 

Além disso, o BTLG11 conta com 56% dos seus contratos típicos e com inquilinos de grande relevância nacional e de baixo risco, como BRF, Femsa, Itambé e Natura.

Em relação ao HGBS11, a casa de investimentos afirma que seu portfólio é uma boa oportunidade para se posicionar no setor devido à qualidade dos ativos, eficiência operacional, sendo um dos únicos fundos do segmento a possuir baixa alavancagem financeira (atualmente em 7,2% do patrimônio líquido). 

Ao longo dos últimos meses a gestão do HGBS11 vem realizando venda de ativos e destravando ganho de capital com incremento até o primeiro semestre de 2024 nos rendimentos.

Analistas apontam que segmento de Renda Urbana tem sido promissor

O CSHG Renda Urbana (HGRU11) é outro destaque da Guide na carteira, sendo um fundo de Renda Urbana, com exposição majoritária em contratos atípicos de longo prazo, tendo as principais varejistas do Brasil como inquilinas. “O segmento de Renda Urbana tem sido um dos setores mais promissores desde o início da pandemia”, afirma a corretora.

Os analistas apontam que o HGRU11 além de possuir uma renda estabilizada devido aos contratos atípicos, ainda possui presença nos segmentos de varejo alimentar, como Supermercados e Atacarejos, que demonstraram sua resiliência ao longo dos anos. 

Além do HGRU11, a Guide também selecionou o TRXF11, outro fundo híbrido focado em ativos de Renda Urbana. O FII possui 56 imóveis com ampla diversificação geográfica e contratos atípicos de longo prazo. 

Performance da carteira de FIIs 

Em janeiro, o Índice de Fundos Imobiliários (IFIX) obteve retorno de 0,67% e a carteira recomendada de 1,57%, apresentando um desempenho superior ao índice em aproximadamente 1%. A carteira é majoritariamente composta por fundos de tijolos, como o BTLG11

Leia mais: FII HGRS11 anuncia pagamento de R$ 29,22 por cota

foto do autor: Vinícius Alves
Vinícius Alves
Jornalista

Jornalista formado na Faculdade Cásper Líbero. Com passagens pela Agência Estado e Editora Globo.

últimas notícias