O Fundo de Investimento Imobiliário Capitânia Reit FoF (CPFF11), administrado por BTG Pactual Serviços Financeiros S/A DTVM, divulgou nesta quinta-feira (27) o seu relatório gerencial do mês de abril, no qual descreveu seus resultados e rendimentos mensais, assim como a atualização de seu portfólio.

O gestor do fundo lembrou que o CPFF11 apresentou no mês abril uma performance superior ao IFIX. Mas é importante lembrar que o desempenho do IFIX se influenciou pelo segmento de shoppings centers e renda urbana.

Do mesmo modo que, segundo o gestor do Capitânia Reit FoF: “No caso dos shoppings, vimos que os impactos negativos previamente projetados pelo mercado foram mais leves, com taxas de vacância e inadimplência melhores do que previsto. O setor de renda urbana foi um dos mais estáveis da crise”.

Além disso, destacou o fato de que  o segmento de renda urbana apresentou poucos impactos em seus resultados. Além disso, conseguiu manter um “alto fluxo de dividendos”, como afirmou o gestor do CPFF11. Nesse setor, foi visto contratos atípicos e empresas com boa qualidade de crédito.

Portfólio do Capitânia Reit FoF

Durante o mês de abril, as 6 principais movimentações do CPFF11 foram:

  1. Compra de R$ 11,0 milhões do Premium Properties FII (VXXV11);
  2. Aquisição de R$ 2 milhões do FII Legatus Shoppings (LASC11);
  3.  Compra de R$ 1 milhão do FII Idea!Zarvos da XP;
  4. Venda de R$ 4,1 milhões do fundo NewPort (NEWL11);
  5. Desinvestimento de R$ 3,3 milhões do fundo HSI Renda Imobiliária (HSRE11);
  6. Venda de R$ 3,0 milhões do fundo Guardian Logístico (GALG11).

Além disso, as 5 maiores posições de ativos da carteira do Capitânia Reit FoF são:

  1. HSRE11 - 9,0%;
  2. BLCP11 - 8,7%;
  3. TRXF11 - 8,6%;
  4. VVPR11 - 7,7%;
  5. HBRH11 - 7,4%.

Sendo assim, a alocação por segmento do CPFF11 é distribuída da seguinte forma:

  • Renda Urbana - 33,3%;
  • Lajes Corporativas - 29,5%;
  • Shoppings - 16,2;
  • Logística - 12,8%;
  • CRI - 2,2%;
  • Caixa - 2,1%.
  • Híbrido - 1,8%;
  • Agronegócio - 0,7%;
  • Hotel - 0,6%;
  • FII - 0,0%.

CPFF11 anuncia resultados e rendimentos do mês de abril

Resultados e rendimentos do CPFF11

O Capitânia Reit FoF é um Fundo de Investimento Imobiliário (FII) que foi constituído sob a forma de condomínio fechado. Além disso, o prazo de duração dele é indeterminado. O objetivo do fundo é aplicar, principalmente, em cotas de FII. Mas o foco também são as aplicações em outros ativos imobiliários. O critério para esses ativos é que visem proporcionar aos cotistas a valorização e a rentabilidade de suas cotas.

O início do CPFF11 foi em 23 de dezembro de 2019. Desde esse período, a cota patrimonial ajustada do Capitânia Reit FoF rendeu positivamente 4,35%. Do mesmo modo que o IFIX desvalorizou 7,28% no mesmo período.

Já sobre a rentabilidade da cota de mercado, ela foi ajustada apenas por proventos do CPFF11. Ela começou a ser negociada na bolsa de valores desde 2 de fevereiro de 2020. A partir de então, acumulou-se um retorno negativo de 3,30% desde o início.

Foi então que o dividendo distribuído pelo Capitânia Reit FoF referente ao mês de abril foi de R$ 0,82 por cota. Assim, alcançou-se um Dividend Yield de 11,94% ao ano considerando a cota de mercado.

Já o resultado por cota do fundo é de R$ 0,08. O valor de mercado da cota foi de R$ 82,40, enquanto o valor patrimonial da cota foi de R$ 83,79. O valor de mercado alcançou cerca de R$ 327,4 milhões, enquanto o patrimônio líquido atingiu quase R$ 333 milhões.