TEPP11: fundo imobiliário com vacância zerada vai pagar R$ 2,7 milhões em dividendos

O fundo imobiliário TEPP11, que está com vacância física zerada em sua carteira, vai pagar R$ 2,7 milhões em dividendos. Veja quando.

TEPP11: fundo imobiliário com vacância zerada vai pagar R$ 2,7 milhões em dividendos
TEPP11: fundo imobiliário com vacância zerada vai pagar R$ 2,7 milhões em dividendos. Foto: Pixabay

O fundo imobiliário TEPP11 anunciou um resultado de R$ 2,846 milhões em janeiro. A partir disso, o FII vai distribuir R$ 2,702 milhões em dividendos no dia 16 de fevereiro de 2023, montante equivalente a R$ 0,64 por cota.

Os dividendos do TEPP11 correspondem a 87,34% do CDI líquido, assim como um dividend yield de 8,58% ao ano, considerando a cotação de fechamento de janeiro de 2024.

A gestão ressalta que os pagamentos de R$ 0,81 por cota, em junho de 2023, e de R$ 0,90 por cota, em dezembro de 2023, ocorreram em razão da venda do Edifício Timbaúba, através de pagamentos parcelados em 2 tranches.

Para este ano, a perspectiva da gestão para o pagamento de rendimentos do TEPP11 vai ser mudada depois de concluída a venda do CSL, que possivelmente deve acontecer nos meses seguintes.

O FII TEPP11 encerrou o mês de janeiro com 0% de inadimplência financeira. Além disso, a vacância física do portfólio permanece zerada, enquanto a vacância financeira é de 4,56%.

Atualizações da carteira do TEPP11

A gestão destacou alguns dos principais acontecimentos que envolveram o fundo no mês de janeiro. Dentre eles está a assinatura de um contrato preliminar para vender a sua participação no Edifício São Luiz.

Outro memorando de entendimentos também foi assinado pelo fundo imobiliário TEPP11,referente a compra de conjuntos em um edifício comercial localizado na Faria Lima.

O ganho de capital gerado na venda da participação no Edifício São Luiz, de R$ 9,34 por cota, vai ser distribuído de acordo com o fluxo de pagamento dessa venda.

Além disso, os recursos obtidos podem ser usados na realização de novos investimentos que estejam em conformidade com o perfil e com a estratégia do TEPP11, incluindo ativos em localizações prime, visando a diminuição da alavancagem atual do FII.

A alavancagem do FII está atualmente em 10,14%. Com a venda de participação no ativo, esse percentual vai passar para 7,59%.

De maneira geral, todas as lajes do portfólio do TEPP11 se encontram alugadas e a gestão vem buscando repactuar seus contratos constantemente. Em 2024, 40% dos contratos vão ter uma janela para revisional, de acordo com a gestão.

Tags
foto do autor: João Vitor Jacintho
João Vitor Jacintho

Redator profissional, com atuação no mercado editorial na produção de notícias e conteúdos sobre o mercado de ações, criptomoedas, fundos imobiliários e economia popular. Graduando em Engenharia Química pela Unesp, também já trabalhei como consultor financeiro.

últimas notícias