O Fundo de Investimento Imobiliário Kinea Fundo de Fundos (KFOF11), administrado pela Intrag DTVM Ltda., divulgou na última terça-feira (3) o seu relatório gerencial do mês de julho, no qual descreveu seu resultado e rendimento mensal, assim como a atualização de seu portfólio.

O KFOF11 diz que em julho o Ibovespa teve uma queda de 3,08%, atingindo assim os 121,8 mil pontos. Essa desvalorização que se apontou foi, segundo o fundo, acentuada “nos últimos pregões do mês, em razão de um cenário externo menos favorável, pela maior pressão regulatória da China”.

A pressão regulatória da China que o Kinea Fundo de Fundos se refere é sobre os setores de tecnologia, educação, imóveis e pela política de diminuição de sua produção de aço. Esse fato, por sua vez, traria efeitos negativos para as empresas mineradoras brasileiras.

Além disso, o KFOF11 aponta que no cenário interno se viu um resultado positivo do Caged em que se deu na criação de 309 mil empregos formais em junho. O FII diz que a maior aversão a risco também é justificada por pressões para o crescimento das despesas com programas sociais no orçamento de 2022, com receios de se ultrapassar os limites do teto de gastos.

Portfólio do Kinea Fundo de Fundos

O objetivo do KFOF11 é gerar uma renda mensal por meio de alocações em uma carteira diversificada de fundos imobiliários, assim como também alcançar ganhos de capital. Até o final de julho, o fundo tinha 99,3% dos ativos alocados em cotas de FIIs, enquanto 0,7% seria em caixa. As 3 estratégias adotadas pelo fundo nessa alocação é distribuída em:

  • Imobiliária - 66,6%;
  • Tática - 32,7%;
  • Caixa - 0,7%.

Por segmento, a alocação do Kinea Fundo de Fundos está distribuída em:

  • Escritórios - 28%;
  • Shoppings/Varejo - 24%;
  • CRI - 16%;
  • Logística - 14%;
  • Renda Urbana - 14%;
  • Agências - 4%;
  • Caixa - 0,7%;
  • Agro - 0,4%.

A composição do portfólio do KFOF11 em relação ao total investido em cotas de FIIs se descreve conforme o gráfico a seguir:

KFOF11 divulga resultado e portfólio do mês de julho de 2021

Resultados e rendimentos do KFOF11

O KFOF11 fez a distribuição de R$ 0,57 por cota, a ser distribuído no próximo dia 13 de agosto. A reserva de resultados acumulada no semestre depois do uso parcial é de R$ 0,26 por cota. A composição do valor de R$ 0,57 em rendimentos do KFOF11 surgiu da seguinte forma:

  • R$ 0,61 seria composto por receita de FIIs;
  • R$ 0,09 de despesas.
  • R$ 0,02 em reserva;
  • R$ 0,02 de ganho de capital;
  • R$ 0,01 em receita financeira.

O dividend yield obtido pelo fundo Kinea Fundo de Fundos alcançou 7,52% ao ano, equivalente a 207% do CDI líquido em relação à cota de mercado de fechamento do mês, que ficou em R$ 90,95. O valor da cota patrimonial alcançou a marca dos R$ 101,42.

O volume negociado do KFOF11 foi de quase R$ 13,88 milhões, que é cerca de R$ 660,81 mil por dia, em média. A taxa de administração e gestão do fundo é de 0,92% ao ano e o patrimônio líquido chegou até o final do mês de julho em R$ 459,79 milhões.

Desde o início das operações do KFOF11, na data de 4 de outubro de 2018, o desempenho da cota patrimonial do fundo, que já foi ajustada pelos proventos distribuídos, é de 19,44%. Esse número pode ser comparado a uma valorização do IFIX de 31,85% e 10,33% do CDI Líquido.